Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A bem da Nação

UM MAR IMENSO!

Nova ZEE portuguesa

4 MILHÕES DE QUILÓMETROS QUADRADOS

 

A vizinha Espanha alterou a sua posição política de 2013, deixando de se opor a que Portugal aumente a extensão da sua plataforma continental, a partir da região da Madeira, aumentando o leito e subsolo marítimo de 200 para 350 milhas. A nota verbal entregue pela Espanha à ONU acontece depois de Portugal ter também declarado que não se opõe a que a própria Espanha estenda a sua plataforma continental a oeste das Ilhas Canárias.

 

É um mar imenso! Soberania sobre as primeiras 12 milhas e jurisdição até às 200 (incluindo espaço aéreo, água, solo e subsolo, com direitos de soberania sobre os recursos). Das 200 às 350 milhas, o poder estatal exerce-se só sobre o solo e o subsolo.

 

Repetimos, é um mar imenso à superfície e no subsolo, com recursos vivos (vegetais e animais), minerais e energéticos (gás e petróleo) incalculáveis. Uma enorme potencial riqueza.

 

E é isso mesmo que nos interessa. Sob muitos aspectos, o nosso país é pequeno e pobre, com a fertilidade e a riqueza mal distribuídas. O mar, esse mar imenso que ajudámos a desbravar, surge de novo na nossa história como caminho de riqueza e de descoberta, com a possibilidade de polarizar o país e de dinamizar a sua economia.

 

Quando olhamos para o país e vemos as notícias e as lutas internas, pouco mais vemos que questiúnculas, intrigas, pequenas lutas de poder, “casos”, atomizando o tecido social e travando o esforço colectivo.

 

Falta-nos um objectivo comum, um desígnio grande e possível, donde possa sair mais riqueza, mais emprego, mais iniciativa e inovação. Ele aí está, o mar!

 

Saibamos nós unir os esforços, preparar o futuro, rentabilizar os recursos e grandes perspectivas se abrirão.

 

De novo, o futuro passará pelo mar.

 

P. António Vaz Pinto, SJ.jpg

P. António Vaz Pinto, SJ

 

In Editorial, BROTÉRIA, Março de 2015, pág, 213 e seg.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2006
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2005
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2004
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D