Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A bem da Nação

SEMÂNTICA? FILOLOGIA?

 

 

Todos conhecemos muitas palavras, ou inventadas pelos brasileiros, ou arcaicas, conservadas nalgumas regiões desde os primeiros tempos da chegada dos portugueses, que em Portugal caíram em desuso, e só agora estão de volta com a invasão das novelas. Depois também se assiste a uma acirrada luta sobre o famoso acordo ou descacordo ortográfico, que uns acham óptimo e outros péssimo, mas como cada um, quando pode, só come do que gosta, deixemos esses entretantos e passemos ao importante que são os finalmentes.

 

No Brasil os baderneiros, os Black Block, uma perigosa organização internacional, que uns dizem que são financiados pela extrema direita – inexistente no Brasil – e outros pela extrema esquerda – quem manda no Brasil – começaram a preocupar as totalmente ineptas autoridades que não sabem se os hão-de considerar terroristas, se manifestantes pacíficos, destruindo e pilhando lojas, bancos, repartições públicas incluindo postos de polícia, ou se... os financiam, como o des-governo, através do seu porta voz stalinista, acabou de declarar publicamente que fazia com os MST, depois que estes quiseram invadir o palácio da madama dona presidentA em Brasilia, que no dia seguinte os recebeu sorridente e cumprimentou! Nesse assalto uns tantos policiais que defendiam o palácio, ficaram feridos, alguns com gravidade, mas sobre estes... nem uma só palavra. O des-governo não gosta de polícia, nem de promotores, nem juízes! Eles sabem muito e...

 

 

Entretanto, na Venezuela, os manifestantes que querem acabar com aquele ladrão analfabeto e burro, chamado Maduro, que está a levar o País à bancarrota, com uma inflação que chega aos 40%, racionamento de farinha, quase inexistência de papel higiénico, e de muitos outros géneros de primeira necessidade, e que têm morrido às dezenas, são considerados, pela mesma madama presidentA, como baderneiros e que o exército tem mais é que ir em cima deles! Loucura! Loucura compartilhada por outra das madamas desavergonhadas deste continente, ladra confessa, a cretina kirschner.

 

E o sapo barbudo, sempre de boca aberta, sempre a opinar, sobre o tal assassino maduro, afirmou que “ele tem as melhores intenções”. Robespierre também tinha, guilhotinou milhares e... graças ao Altíssimo, também lá deixou o pescoço.

 

Dias depois, dilminha, a presidentA, junta uma boa turma do MST, faz um discurso e oferece-lhes, OFERECE-LHES, tractores, caminões e outras máquinas. Não admira, é ano eleitoral e o MST, segundo há anos afirmou o seu responsável, tem 250.000 votos, só considerando os homens que estão prontos a pegar em armas e formar um exército em 24 horas!

 

Mas este é país da Copa e agora do Carnaval, a melhor altura de fazer toda a malandragem possível porque o povo anda louco, ocupado a pensar só “naquilo” e nas bundas e silicones. O resto...

 

Entretanto dos bandidos, aqui chamados dimenores, matulões com 16 e 17 anos, com extensos curricula na polícia, com homicídios, assaltos à mão armada, tráfico de drogas, estupros, etc.. vivem numa boa. Apanhados num dia logo, logo, voltam à rua. São dimenores.

 

Mas não são só eles. Há dias um advogado assassinou só, parece-me que foi o cunhado, a mãe e a mulher deste. Julgado e condenado. Entrou na prisão. No dia seguinte teve um habeas corpus, porque a prisão não tinha instalações “próprias” para o nível dele: advogado. E o assassino, está aí, em qualquer lado ao pé de nós dando risada mais alta do que hiena.

 

A Petrobrás, para falsificar os lucros de 2013, miseráveis, vendeu aos chins as suas participações em explorações no Peru, Uruguai e África do Sul, e precisa de crescer, no mínimo 7% em 2014, mas as previsões é de que não passará de 5,3%, e a grande empresa Vale do Rio Doce, produtora de aço, com a maioria dos negócios com a China, como esta encolheu, o lucro só caiu 99%. Maravilha.

 

Com visão de raio X, como o super homem, que vê através do futuro, o juro básico, sellic, voltou a subir e está agora em 10,75%. Claro que atrai investidores... em papeis do governo, porque país nenhum no mundo paga tanto em juros quanto aqui. E a dívida cresce, cresce, cresce!

 

Há uns meses foi apanhado pela Polícia Federal um helicóptero, pertença dum ilustre deputedo, também federal, que carregava uma boa quantidade de cocaína. O tal deputedo disse que nada sabia disso, a culpa seria do piloto, e tudo foi ficando em banho-maria. Mas agora surgiu mais um detalhe importante: o deputedo, sempre gente muito boa, emprestava o dito aeroplão para o piloto treinar bandidos que fossem às prisões resgatar bandidos ali detidos. Nem o dito deputedo, nem a sua querida família sabiam de nada. Nadinha. Aprendeu com o sapo-barbudo que nunca soube de nada das roubalheiras que se faziam sob o seu des-governo. Tudo gente fina.

 

Para culminar esta peça, que nem Shakespeare seria capaz de criar, chega-se perto do fim do maior escândalo e do maior julgamento da história deste país: o famigerado mensalão. Toda a corja foi multada em milhares e milhões de reais, que logo os amigos ptralhas se juntaram, fizeram uma vaquinha e pagaram as multas dos gangsters. Mas faltava julgar um recurso sobre “embargos infringentes”, um dos sofismas que os nossos legisladores inventaram para poderem tirar a bunda fora mais facilmente, dificultando e atrasando as sentenças. Infringentes, uma palavra que 99,99% dos brasileiros jamais tinham ouvido pronunciar, parece significar “o que infringe”, o que viola, o que desrespeita”, mas que...

 

Desta vez faltava só julgar o recurso dos embargos em questão, para julgar se os réus deveriam ou não ser condenados também por formação de quadrilha, apesar da evidência de ter sido um “escol” governista e inter-ligado que meteu a mão em biliões do erário.

 

Hábil, o ditador governo stalinista, como entretanto dois juízes do supremo foram aposentados, nomeou para as vagas abertas dois advogados da sua equipa, um deles agora (ex?) advogado e conselheiro do PT, para se sentar no topo da cadeia dos tribunais.

 

Resultado, os antigos juízes pró ptistas, aumentados com mais dois camaradas, derrubaram, por 6 votos a 5 a condenação sobre a “formação de quadrilha” e pasmem ó linguistas, filólogos, povo decente, com a brilhante, brilhantíssima argumentação do supremo tribunal, de que não tinha havido formação de quadrilha, mas, aguentem agora se forem capazes, tinha havido SIMPLESMENTE co-autoria nos crimes !!!!!!!!!!

 

O melhor dicionário da língua portuguesa, feito por um sábio e ilustre brasileiro, Aurélio Buarque de Holanda, o famoso Dicionário Aurélio, diz-nos o seguinte:

 

- Quadrilha: Bando de ladrões, assaltantes ou malfeitores; em que no mesmo sentido se refere já Cesário Verde em “Obras Completas”. O dicionário francês diz simplesmente que se trata dum “Bande de voleurs”.

 

- Co-autoria: Pluralidade de agentes de um crime.

 

E com este jogo semântico, os hábeis, muitos e carissimos advogados, conseguiram diminuir as penas da canalha, e ficarão eternamente credores dos donos do poder.

 

Baderneiros ou manifestantes? Orçamentos ou areia nos olhos? Quadrilha ou co-autoria?

 

Não depende de dicionários, mas de que lado você está! Ou sob a capa dos ladrões ou, se quiser ser ético e honesto... o melhor é fazer como os Três Macacos Japoneses e deixar à solta a banditagem e a badernagem.

 

Lutar com o voto?

 

Tá louco? Isso vale de alguma coisa num país de incultos, com milhões a viverem de esmolas do governo, e dos bancos a mamarem como jamais aconteceu?

 

28/02/2014

 

 Francisco Gomes de Amorim

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2005
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2004
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D