Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A bem da Nação

PORTUGUESES QUASE ESQUECIDOS

 

SEBASTIÃO DE MORAIS, SJ

 companhia de jesus.jpg

Nascido no Funchal cerca de 1534, entrou na Companhia de Jesus em 1550.

 

Confessor de Maria de Portugal [1] desde que esta embarcou em 14 de Setembro de 1565 a fim de casar em Bruxelas com Alexandre Farnese, seguir viagem com destino a Parma e assim se tornar princesa, desempenhou essa missão até à morte da confessada em 7 de Setembro de 1577. Esta missão foi simultânea com vários cargos, nomeadamente como reitor do Colégio de São Roque, em Parma, visitador da Província Jesuíta da Lombardia, auxiliar do bispo de Montefeltro e vice-reitor do Colégio de Brera.

 

Regressado a Portugal, em 1580 foi nomeado Provincial da Companhia de Jesus com a missão de reformar o governo da Província Portuguesa.

 

O seu objectivo consistiu em restaurar o antigo fervor religioso que entretanto decaíra por causa do grande número de admissões e de saídas, o que significava que nem todos os admitidos possuíam a vocação suficiente para que a Companhia mantivesse os padrões que a tinham tornado famosa como grande instrumento católico no âmbito da Contra Reforma.

 

Como reconhecimento pelo importante trabalho desenvolvido, foi elevado a Bispo e encarregado de instalar a Diocese de Funay, no Japão.

 

Durante a viagem rumo ao Império do Sol Nascente e devido à sua bondade, os demais passageiros endereçavam-lhe versos de louvor chegando mesmo a organizar jogos florais, sempre com o novo Bispo como tema central.

 

Mas o Bispo Sebastião Morais nunca chegou a exercer o cargo pois morreu na viagem, ao largo da Ilha de Moçambique, vítima da peste. Era o dia 19 de Agosto de 1588.

 

Curioso como um grupo de mareantes, atacado pela peste, arranjava disposição para florear em competição.

 

Setembro de 2015

 

C-HSF-Mékong.jpg Henrique Salles da Fonseca

 

 

BIBLIOGRAFIA:

– «Sebastião de Morais, SJ, o confessor da Princesa de Parma», José Adriano de Freitas Carvalho, Universidade do Porto

- Wikipédia

 

[1]

Bottega_di_Anthonis_Mor_-_Ritratto_di_Maria_di_Por Maria de Portugal ou Maria de Guimarães (12 de Agosto de 1538 - 7 de Setembro de 1577) foi infanta de Portugal e princesa (duquesa-consorte) de Parma e Piacenza, era filha do infante D. Duarte I, 4.º Duque de Guimarães e de sua esposa, Isabel de Bragança, sendo por via paterna neta do rei D. Manuel I de Portugal.

 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2007
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2006
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2005
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D
  222. 2004
  223. J
  224. F
  225. M
  226. A
  227. M
  228. J
  229. J
  230. A
  231. S
  232. O
  233. N
  234. D