Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A bem da Nação

OS RADICAIS E OUTROS QUE TAIS

 

 

brigas-politicas.jpg

 

Perguntado sobre o que penso dos políticos radicais, ocorre-me dizer que…

 

… muito jovem ainda, tomei consciência política num quadro ideológico bem definido em que a alternativa se colocava entre o fascismo e o Estado de Direito.

 

No fascismo enquadravam-se regimes políticos governados pelo capricho do ditador: Hitler, Mussolini, Stalin, Enver Hoxha, Mao Tse Tung, Franco, Péron, Somoza, Stroessner,...

 

No Estado de Direito, enquadravam-se todos os outros mais ou menos autocratas e mais ou menos democratas. Salazar, por exemplo, era autocrata mas claramente a favor do Estado de Direito (e esta minha opinião desespera os da esquerda).

 

Dentre as políticas económicas (e sociais, claro), tínhamos o comunismo (tudo era do Estado e ponto final na discussão), o socialismo (as «coisas» importantes eram do Estado e as menores eram privadas), a social democracia tributava fortemente a vulgarizada propriedade privada, o liberalismo em que vingava o «laissez faire-laissez passer» e a Administração Pública era reduzida à menor expressão. A Democracia Cristã assentava na democratização do acesso à propriedade privada, na valorização da Pessoa e na construção de um Estado Social que não esmagasse o crescimento económico.

 

Por esta minha descrição, dá para perceber que sou democrata cristão (não religioso).

 

Actualmente, a alternativa põe-se entre políticas pró-burguesas (tomados como sendo de direita) ou anti-burguesas (de esquerda, claro) assumindo as expressões mais correntes de liberalismo e de socialismo. Os actuais Partidos socialistas e social-democratas praticam o liberalismo (com mais ou menos casos de Polícia à mistura) e sem variantes que económica e socialmente os distinga.

 

Quem destabilize este cenário partidário tradicional, é apelidado de populista e de radical e tanto faz que preconize políticas económicas ou sociais mais ou menos conotadas com a direita ou com a esquerda.

 

Para mim, ser radical é não pactuar com a moderação; para o radical, tudo é branco ou preto, não há cinzentos.

 

É que, afinal, pensando maduramente, prefiro os radicais livres.

 

Julho de 2018

 

Fonte da Telha-27NOV16 (barco museu).jpg

 Henrique Salles da Fonseca

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2006
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2005
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2004
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D