Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A bem da Nação

MERDEKA – 8

 

 

A visita ao palácio do Sultão deu-me a sensação desagradável de estar em casa de alguém sem ter sido convidado. Porquê? Porque Sua Alteza vive lá e não veio à porta receber-nos. Mas como tinha mandado uma guia falante de espanhol esperar por nós ao portão, pude presumir um convite subentendido. E como pagámos bilhete de acesso ao palácio, fiz de conta que o bilhete era o convite. Mas a sensação desagradável de estar a furar o ambiente íntimo de Sua Alteza não se desvaneceu por completo.

 

A pompa real exige muitos servos a quem o Sultão paga modestos salários mas a quem oferece casa de habitação que entra no património do servo e pode ser transmitida aos respectivos herdeiros que não ficam obrigados à vassalagem que originou a posse do imóvel. Ou seja, nos vastos domínios urbanos que circundam o palácio e respectivos jardins, reside muita gente que já não tem qualquer relação funcional com o Sultão.

Presente português ao Sultão de Yogy.JPG

Mamarracho oferecido a um anterior Sultão pelo Estado Português em data não identificada e representando sabe Deus o quê pois parece um energúmeno qualquer a fazer mal a um cão.

 

Pergunta que saltou da boca de alguém do nosso grupo: - O Estado Indonésio paga as despesas do Sultão?

 

Resposta: - O Estado paga apenas as despesas directamente relacionadas com as funções oficiais do Sultão na sua qualidade de Governador; tudo o mais é suportado pelo próprio Sultão.

 

Nova pergunta: - Os bilhetes de acesso ao palácio são suficientes?

 

Nova resposta: - Não, o Sultão é empresário, tem diversas fontes de rendimento.

 

Lembrei-me de que a Rainha de Inglaterra também tem rendimentos privados e de que, no final da nossa Monarquia, a Casa Real Portuguesa estava com as finanças viradas do avesso.

 

Mas voltando a onde estávamos, o palácio do Sultão de Yogy no centro histórico de Yogyakarta, ficámos a saber que tudo são pretextos para festejos reais, plebeus, privados e públicos. Sim, os indonésios são muito divertidos e não perdem pitada no que respeita a folguedos.

 

O meu leitor compreenderá que eu tenha registado dois motivos de festejo: o da primeira menstruação de cada princesa; o da menopausa de cada uma das esposas do Sultão. À pergunta sobre se a menopausa das concubinas também é assinalada, a guia explicou que o actual Sultão só tem uma esposa (que era modelo antes de ser Sultana) e não tem concubinas (que se saiba).

 

Imaginei-nos em Belém à volta do pedestal de Afonso de Albuquerque a celebrar a menopausa da Dona Carmona com fragatas e varinos embandeirados Tejo abaixo e acima...

 

Basta de ridículo, fiquemo-nos hoje por aqui.

 

(continua)

Castelo de água, Yogyakarta.JPG

 Henrique Salles da Fonseca

(na piscina real do Castelo da Água Taman Sari que foi obra de um arquitecto português do séc. XVII não identificado nas brochuras turísticas)

 

4 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Contador


contador de visitas para site

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2006
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2005
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2004
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D