Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A bem da Nação

HOMENAGEM OLÍMPICA

 

 

Aqui está uma de Esopo

Que me deu no goto:

 

«A porca e a cadela (rivalizando em fecundidade)»

 

Uma porca e uma cadela

Disputavam entre si,

Com certa simplicidade,

O prémio da fecundidade.

A cadela afirmava que a camisola amarela

Na questão da maternidade

Devia ser para ela

Já que entre os quadrúpedes conhecidos dela

Nenhum, como ela,

Tinha tão rápidas ninhadas.

Em grandes risadas

A porca lhe replicou:

“Isso podes dizê-lo, minha bela,

Mas não te esqueças de acrescentar,

Se verdadeira quiseres parecer,

Que os teus filhotes nascem cegos

Sejam eles brancos ou negros

Ou mesmo furta-cores!”

A fábula mostra que os actos, as acções

Não se julgam, segundo gerais conceitos,

Pela velocidade no seu andamento,

Mas pelo seu grau de acabamento.

 

Isto contou Esopo

Sem nenhum logro,

Que ele tinha entendimentos especiais

Com os animais,

E sabia que em questão de fecundidade,

Há os que se podem gabar mais

Em relação aos acabamentos,

Até porque aprenderam a conquistar boas posições,

E assim considerem todos os mais, ceguinhos,

Só porque não seguem os mesmos caminhos.

Com efeito, o mundo é uma manta de retalhos

Em questão de posições e opiniões,

Os mais fecundos, espertalhões,

Os menos fecundos, mais iracundos

Contando tostões.

Não sejamos, porém, tão pessimistas

No que toca, pelo menos, à velocidade.

Citemos o nosso Carlos Lopes,

Rosa Mota e outros mais

Campeões da nossa e outras nações,

Provando que a velocidade

É uma forma de andamento

Que gera bons galardões,

E o nosso espanto.

 

 Berta Brás

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2006
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2005
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2004
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D