Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A bem da Nação

ESCRITORES QUASE ESQUECIDOS - 5

 

 

Violante do Céu.jpg

Violante do Céu

(Lisboa, 30 de Maio de 1601 (07?) – Lisboa, 28 de Janeiro de 1693)

 

Um de seus poemas já conhecidos (outros haverá por descobrir…) intitula-se abreviadamente «Vozes de uma dama defunta» mas por extenso é…

Vozes de uma dama desvanecida de dentro de uma sepultura que fala a outra dama que, presumida, entrou numa igreja com os cuidados de ser vista e louvada de todos; e se sentou junto a um túmulo que tinha esse epitáfio que leu curiosamente:

 

Ó tu, que com enganos divertida

Vives do que hás-de ser tão descuidada,

Aprende aqui lições de escarmentada,

Ostentarás acções de prevenida.

 

Considera que em terra convertida

Jaz aqui a beleza mais louvada,

E que tudo o da vida é pó, é nada,

E que menos que nada a tua vida.

 

Considera que a morte rigorosa

Não respeita beleza nem juízo

E que, sendo tão certa, é duvidosa.

 

Admite deste túmulo o aviso

E vive do teu fim mais cuidadosa,

Pois sabes que o teu fim é tão preciso.

 

* * *

 

Para saber mais, ver por exemplo em

http://alfarrabio.di.uminho.pt/vercial/violante.htm

 

Dezembro de 2018

Jakarta - 3 (SET18).jpg

Henrique Salles da Fonseca

(Jakarta, SET18)

 

1 comentário

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2005
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2004
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D