Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A bem da Nação

ECCE POPULISMUS – 2

MOVIMENTOS LAICOS

 

Eva Perón.png

 «Cry Argentina»

 

Do nosso conhecimento empírico, dá para saber que, na actualidade, o líder populista emergente se opõe à democracia representativa com o intuito de a derrubar e a substituir.

 

O populismo estabelece uma relação directa entre as massas populares e uma liderança sem a mediação de instituições representativas como, por exemplo, os Partidos políticos tradicionais. Esse movimento faz-se mesmo contra as instituições que tradicionalmente representam as diversas correntes de opinião, os Partidos propriamente ditos, ou as que agrupam segmentos da população, os chamados «grupos de interesses». O populismo opõe-se à «sociedade civil» que representa as classes médias, opta pelo «povo anónimo» que incita contra o establishment.

 

Nos finais do séc. XIX ficaram célebres dois grandes movimentos populistas que foram, respectivamente, embrião da revolução russa (a chamada «via hard») e o do desenvolvimento agrário americano (a chamada «via soft»):

 

  • O populismo russo (o Narodismo) visava transferir o poder político para as comunas camponesas por meio de uma reforma agrária radical;
  • O populismo americano (o dos pequenos proprietários agrícolas do Far West) propunha o incentivo à pequena agricultura através da expansão da base monetária e do crédito.

 

Portanto, tudo laico e muito terreno, nada a ver com a espiritualidade de Cristo que por razões bem diversas também optou pelo povo contra o establishment. Poderá haver semelhanças na forma mas é óbvio que os respectivos conteúdos são tão diferentes que seria blasfémia equipará-los.

 

Mais: o populismo actual assume conteúdos que mais poderemos qualificar como «anticristo».

 

Porquê? Já lá vamos…

 

(continua)

 

Outubro de 2018

071.JPG

 Henrique Salles da Fonseca

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2005
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2004
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D