Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A bem da Nação

DALMÁCIA – 2

 

 

Never ever forget 93 – pequeno graffiti numa caixa de electricidade na rua que segue para além da ponte de Mostar. Vi-o por acaso mas, no regresso, voltei a vê-lo do lado de cá da ponte.

 

Ponte de Mostar.jpg

 

E se, de Mostar, não guardo nenhuma imagem da guerra, lembro-me nitidamente do horror que nessa época foi Sarajevo, a capital da Bósnia-Herzegovina.

 

Guerra em Sarajevo.jpg

 

Então, apesar de não ter sido nada comigo, também eu jamais esquecerei 93. Sim, pelas mesmas razões que os bósnios recordam mas, no meu caso, de modo apenas metafísico.

 

Mostar 1993.jpg

 Mostar 1993

 

Não quero estabelecer paralelos sobre os locais em que a sanha de Milosevic se fez mais rude mas esse personagem foi, de facto, o maior responsável pela desintegração da Jugoslávia. Bem sei que não visitei a Sérvia e, portanto, tenho uma visão parcial da questão global mas nos três Estados que visitei (Croácia, Bósnia-Herzegovina e Montenegro), ouvi dizer bem e menos-bem de Tito mas em todos apenas ouvi dizer mal de Milosevic. Maldito projecto da «Grande Sérvia» que tanta desgraça semeou durante esse pandemónio que começou em 1991 para só acabar em 1995. É que, com Tito, não havia um Estado integrado na Jugoslávia que oficialmente se sobrepusesse aos demais enquanto que, com Milosevic, o projecto da «Grande Sérvia» não deixava quaisquer dúvidas sobre quem mandaria em alguém. E estes «alguém» não queriam passar de iguais a subalternos dos «quem». E como quem tudo quer, tudo perde, o projecto da «Grande Sérvia» chumbou e a Jugoslávia desintegrou-se.

 

Tito.jpg

 

Perguntada, a nossa guia croata fez uma comparação entre o durante e o depois de Tito (croata, também ele) que me encantou pela síntese: com Tito, não tínhamos quaisquer luxos e não podíamos dizer mal do Regime mas tínhamos emprego, a barriga praticamente cheia e a casa era quase gratuita; agora, somos todos livres, independentes e prósperos mas temos que puxar muito para nos aguentarmos no balanço. Foi já no seguimento da conversa que ela acrescentou o ensino e a saúde como gratuitos no antigamente. Uma vez que nada referiu quanto ao hoje, deduzo que actualmente possa haver “taxas moderadoras” e propinas escolares.

 

E então, quem é que «se aguenta no balanço»? Já lá iremos...

 

Janeiro de 2017

Henrique, 30DEZ16, Mostar, Bósnia-Herz..jpg

Henrique Salles da Fonseca

(Mostar, Bósnia-Herzegovina, 30DEZ16, frente a parede de fuzilamentos, para memória futura)

 

 

3 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2022
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2021
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2020
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2019
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2018
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2017
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2016
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2015
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2014
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2013
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2012
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2011
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2010
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2009
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2008
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2007
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D
  222. 2006
  223. J
  224. F
  225. M
  226. A
  227. M
  228. J
  229. J
  230. A
  231. S
  232. O
  233. N
  234. D
  235. 2005
  236. J
  237. F
  238. M
  239. A
  240. M
  241. J
  242. J
  243. A
  244. S
  245. O
  246. N
  247. D
  248. 2004
  249. J
  250. F
  251. M
  252. A
  253. M
  254. J
  255. J
  256. A
  257. S
  258. O
  259. N
  260. D