Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A bem da Nação

CARTA ABERTA

 

CARTA ABERTA A SUA EXCELÊNCIA O

PRESIDENTE DA REPÚBLICA

PROFESSOR DOUTOR MARCELO REBELO DE SOUSA

 

Excelência,

As minhas mais respeitosas e cordiais saudações que em democracia republicana se admitem.

Venho por este meio inconfidente manifestar a minha preocupação com o que as televisões diariamente me demonstram relativamente à magreza e às longas olheiras que quase fazem o périplo das parcas bochechas de Vossa Excelência.

Não estando eu academicamente habilitado a emitir um diagnóstico da situação clínica de Vossa Excelência, recorro ao nosso ditado que diz que «de médico e louco todos temos um pouco» e afirmo que os sintomas apontados resultam de cansaço.

Nestas circunstâncias, permito-me rogar a Vossa Excelência que descanse um pouco mais posto que nós, os seus admiradores e apoiantes, preferimo-lo num ritmo mais lento mas vivo do que acelerado e morto.

Não duvide Vossa Excelência do apreço que lhe manteremos caso não vá consolar todos aqueles que merecem consolo – vá só a casos plurais - , caso não acorra a todas as situações de emergência – vá só às de expressão regional e nacional – para que não deixe de presidir às circunstâncias mais relevantes e em que não o queremos ver substituído por quem constitucionalmente o faria.

A estabilidade económica, financeira e política por que Vossa Excelência pugna exige que o Presidente da República combata o stress pessoal, durma mais, engorde um pouco para que nós constatemos que as olheiras desapareceram.

A bem da Nação, pede deferimento,

Henrique Salles da Fonseca

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2006
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2005
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2004
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D