Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A bem da Nação

ARÁBIA FELIX – 13

 

Como dizem os franceses, Aqaba é um «cul de sac» ou, à nossa maneira, um beco. E já foi o fundo de um saco de gatos assanhados pois ali se encontram os extremos de Israel, Jordânia, Arábia Saudita e Egipto. Para já, tudo calmo, até prova em contrário.

Aqaba.png

 

Note-se que se trata do único porto marítimo jordano pelo que é vital para o país que se estende por ali a cima com tudo longe através duma paisagem que nos faz duvidar se se trata de Marte ou da Lua. Agora, acaba em Aqaba (ou começa, conforme o sentido da marcha) o caminho de ferro construído no tempo do Império Otomano que liga a Amman e que de início se estendia bastante mais para Sul pela Península Arábica além… É por Aqaba que a Jordânia exporta fosfatos e é por ali que importa tudo, até turistas.

 

Aqaba.png

Aqaba, Jordânia

 

Trata-se duma cidade aprazível na época em que por lá passámos (Março) mas que no Verão alcança vulgarmente os 50º Centígrados com a água do mar a rondar os 30º. Já lá vai o tempo em que não havia ares condicionados; já lá vai o tempo em que até os camelos se davam mal por ali. Não me informaram se também há estábulos para camelos com ar condicionado. Mas tiveram o cuidado de nos lembrar que aqueles a que habitualmente chamamos camelos são dromedários (apenas com uma bossa) e que os verdadeiros camelos são os da Ásia profunda e que têm duas bossas. Já sabíamos, mas é sempre bom recordar. Como se isso fizesse alguma diferença para o nosso propósito de apreciação do estado daquela Nação. E mais nos disse o guia que os camelos são animais de carga e que os dromedários são animais de sela ou de corrida. Os guias anteriores já no-lo tinham dito com mais erudição do que este jordano mais interessado nas comissões que os lojistas lhe dariam nas compras que nós, turistas, fizéssemos.

 

Uma curiosidade histórica: Lawrence da Arábia conquistou Aqaba aos otomanos vindo por terra quando os atacados esperavam o inimigo pelo lado do mar. Sim, o segredo é a alma do negócio da guerra.

 

Para além do porto marítimo, Aqaba é também uma estância turística que se está a fazer muito cosmopolita mas fica a menos de um tiro de obus da israelita Eilat.

 

Eilat.png

Eilat, Israel

 

E se este extremo de Israel é o acesso ao Mar Vermelho e a todos os mares do Sul, agora adquiriu novo valor estratégico quando está em vias de se tornar no ponto de abastecimento de água (a dessalinizar) que irrigará todo o Deserto do Neguev e o transformará integralmente em terra muito mais produtiva do que tem sido até ao presente.

 

A meia dúzia de quilómetros de Eilat fica a fronteira com o Egipto e a 17 de Aqaba fica a da Arábia Saudita. Ficámos a saber que há muito movimento turístico transfronteiriço de Israel com a Jordânia e com o Egipto mas não me informaram se o mesmo acontece entre Israel e a Arábia.

 

(continua)

 

Abril de 2019

031.JPG

Henrique Salles da Fonseca

(pelas Arábias, algures)

3 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2005
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2004
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D