Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A bem da Nação

APRENDER A PENSAR

 

 

Diz-se que é a Filosofia que nos ensina a pensar…

 

Diz-se tanta coisa que alguma há-de ser verdade mas desta, duvido.

 

Porquê?

 

Porque a Filosofia que por aí se ensina pouco mais é do que a história do que uns quantos pensaram e quase nada nos é dito sobre a estrutura do raciocínio.

 

Fala-se de Lógica e de outros temas mas pouco mais fazem do que citá-los e dizer o que Fulano e Beltrano disseram.

 

Sim, Filosofia é o estudo das questões gerais da existência humana, da essência do conhecimento, da verdade, da moral e da ética, da mente, do Universo. Mas quem ensina, nada adianta; limita-se a citar o que outros escreveram depois de terem pensado.

 

Portanto, as cadeiras de Filosofia deveriam mudar de nome para História do Pensamento.

 Aristóteles.jpg

Uma excepção a esta minha opinião: Aristóteles e os silogismos de que se fala abundantemente e com exemplos inventados no momento.

 

Então, o que tenho para dizer é que é com a Matemática mais ou menos elementar ou mais ou menos transcendente que se aprende a pensar.

 

Sim, tudo começa com a álgebra e com os conjuntos no ensino primário, com as equações e seus sistemas no secundário e com as funções no superior. A partir daqui, tudo pode ser simplificado ou complicado mas os conceitos básicos são aqueles que referi e são esses que nos ensinam a pensar.

 

E se se souber pensar, sabe-se escrever; se se sabe escrever, sabe-se comunicar; se se sabe comunicar, pode-se ser útil ao próximo. Caso contrário, é-se apenas um consumidor de oxigénio, um parasita.

 

A Matemática é o anonimato das variáveis e suas conexões através de modelos baseados na lógica. A lógica é o cerne da estrutura do raciocínio porque a definição das conexões entre as diferentes variáveis exige que se conheçam os relacionamentos, estes exigem o conhecimento da essência de cada elemento e a dissecação dessas essências só pode ser feita com base em definições exactas. Só as definições exactas facultam um raciocínio límpido, só com elementos inequívocos se pode pensar.

 

Portanto, é a Matemática que nos ensina a pensar, não a «História do Pensamento» a que há quem chame Filosofia.

 

Sugestões de pé de página: com a Matemática, aprenda a construir equações e vai ver que aprende facilmente a dividir as orações nas frases que constrói; não comece a escrever se não souber o fim da narrativa.

 

Maio de 2018

Fonte dos leões-Heráklion.JPG

 Henrique Salles da Fonseca

1 comentário

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Contador


contador de visitas para site

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2006
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2005
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2004
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D