Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A bem da Nação

A FUNDAÇÃO DO ESTADO RUSSO

 

Ninguém dirá que os suecos são eslavos e poucos dirão que os russos são germânicos. Contudo... há mais afinidades entre russos e suecos do que que parece. Haverá? Não me refiro às suas línguas nacionais, refiro-me à raça. 

 

Quem não notou ainda a semelhança física entre  russos e os povos germânicos: a pele muito clara, os cabelos muito louros e os olhos muito azuis?

 

Num livro que ando a procurar nas minhas estantes e que reproduz, simplificadamente, os mais antigos documentos históricos russos (Didier, Civilization et Litterature Russes), diz-se que os eslavos eram povos muito primitivos e mal orientados, de tal maneira que não sabendo governar-se, pediram aos vizinhos do ocidente que viessem pôr-lhes a casa em ordem. Esses vizinhos ocidentais deviam ser os "russos", originários de uma tribo escandinava, parente dos "vikings". Logo, os russos eram germânicos. Os eslavos eram povos de cabelo e olhos escuros. Quem não conhece  estes "russos"? Assim mesclados, os    russos  "russos" e os russos eslavos, constituem hoje um só povo, com a língua russa originária dos eslavos.

 

Mas acabo de encontrar o tal livro, edição francesa mas totalmente em russo, e porque se trata de um livro académico, esse russo facilmente já o compreendo. Vejamos como começa o livro (traduzo):

 

A Russ' antiga até ao jugo tártaro:

 

(Nota: Russ' era o nome antigo da Rússia, ainda hoje usado poeticamente. Depois, passou a Rossyia)

 

Como viviam os eslavos

 

Há mil anos a terra russa estava quase toda coberta de bosques e pântanos, e não havia nela nem caminhos pedestres nem vias carreáveis.

 

A estrada mais segura era o largo rio. Navegavam nele em barcos. Se fosse preciso passar de um para outro rio, levavam os barcos para a margem e arrastavam-nos por terra para o outro rio.

 

As gentes que habitavam esta terra chamavam-se eslavos. Eram de alta estatura com cabelos ruços e olhos claros.

 

(Nota: a cor ruça -- em russo, russyi -- é o castanho claro, aloirado)

 

Os eslavos viviam em grandes famílias: o pai-velho com seus irmãos, filhos, sobrinhos e netos. Em conjunto, com facilidade trabalhavam a terra e iam à caça. Algumas famílias constituíam um clã. O mais velho do clã era o chefe.

 

A ele todos obedeciam. Às vezes alguns clãs reuniam-se e resolviam os assuntos importantes. Uma tal  reunião chamava-se vetche. O povo convoca-se com um sino. E assim chamava-se a este sino vetchevyi.

 

Muitas vezes os eslavos tinham de guerrear-se com os nómadas das estepes, que rapinavam as caravanas de comércio dos eslavos, e atacavam as povoações.

 

As armas dos eslavos eram lanças curtas   e   arcos com flechas. Os eslavos sabiam esconder-se dos inimigos e caiam sobre eles inesperadamente.

 

Escondiam-se na alta relva das estepes, nos bosques densos e até nos rios, mergulhando  a cabeça na água e respirando por meio de uma cana que seguravam na boca.

 

Os eslavos era um povo hospitaleiro. Quando um eslavo saía de casa, ele deixava na mesa comida variada e não fechava a porta: todo o estranho podia entrar, comer e descansar.

 

Em tempo de paz,  os eslavos gostavam de divertir-se, pois sabiam bem dançar, cantar, e tocar gúsli  (antigo instrumento de cordas).

[Apud Kovalenskii]

 

Os eslavos eram pagãos divinizando as forças da natureza, o sol, o rio, a floresta, etc, cada qual com o seu nome próprio...

...................................................................................................

 

Os vizinhos dos eslavos

 

O sudeste do litoral báltico era povoado pelos lituanos. No nordeste viviam tribos fínicas, que se submetiam em parte a  tribos eslavas, e em parte saíam delas, deixando-lhes as terras. No Volga e no Don viviam os khazares. Este era um povo de origem túrquica,  mas a dinastia dos kagany khazares, com sua corte, isto é,  a classe superior da sociedade khazar, adoptou o judaísmo.

 

Os khazares fundaram um estado forte e submeteram algumas tribos russas; eles tiveram grande preponderância na Russ', mas o seu estado desfez-se no século X após uma longa luta com as tribos turcas dos petchenegues. 

 

Nestes tempos, na Russ'  já se tinham formado grandes cidades; as mais importantes eram Kíev e Novgorod. Através dos territórios orientais dos eslavos passava uma via aquática, que unia o Báltico ao Mar Negro -- o "caminho dos variagues aos gregos", isto é, da  Escandinávia a Bizâncio.

 

Desde o século IX entre os eslavos orientais apareciam os "variagues" (assim se chamavam na Russ´ os homens do Norte).  A princípio,  bandos rapinantes de variagues realizavam incursões nos territórios eslavos para roubarem.

 

Posteriormente, formaram-se nas cidades dos eslavos  drujinas (milícias) de variagues, à cabeça das quais estavam "konungui" (príncipes). Estas drujinas acompanhavam e protegiam as caravanas dos mercadores acossadas pelo petchenegues.

 

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

Unificação dos eslavos russos

 

No século X formou-se o estado russo.  No manuscrito "Narrativas dos tempos passados", composto no princípio do século XII, no mosteiro Kievo-Petchersk, explica-se  " donde veio a terra russa, quem em Kíev foi o primeiro príncipe, e como surgiu a terra russa".

 

Conta-se que os eslavos mais de uma vez se revoltaram contra os variagues e os expulsaram. No ano de 6370 da criação do mundo, isto é, em 862,

"eles empurraram os variagues para o mar, não lhes pagaram tributo e começaram a governar-se por si próprios. Mas não havia entre eles justiça; levantava-se tribo contra tribo  e começaram  a lutar entre si. E disseram a si mesmos:  "Elejamos um príncipe nosso, que nos governe e julgue segundo o direito". E foram além mar até aos variagues, aos russos.  Assim havia os variagues que se chamavam russos, como outros suecos e outros normandos... Disseram os eslavos: "A nossa terra é grande e fértil, mas nela não há ordem. Vinde reinar e governar-nos". E escolheram-se três irmãos com as suas tribos e trouxeram  consigo toda a Russ', e, chegando aos eslavos, estabeleceu-se Riurik, o mais velho,  em Novgorod, o segundo, Sineúss -- no Lago Branco (Beloozero), e o terceiro, Truvor -- em Izborsk. Dentro de dois anos morreram Sineúss e seu irmão Truvor.  E tomou conta de todo o poder Riurik".


Joaquim Reis

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2007
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2006
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2005
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D
  222. 2004
  223. J
  224. F
  225. M
  226. A
  227. M
  228. J
  229. J
  230. A
  231. S
  232. O
  233. N
  234. D