Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A bem da Nação

A ASPIRINA

 

 

 

Embora haja indicação de que os egípcios, cerca de 1.500 anos AC, já usavam infusões de plantas para atenuar dores, foi Hipócrates, o famoso médico grego que viveu cerca de 400 anos AC (há 2.500 anos), quem descobriu que uma infusão de folhas de salgueiro tinha propriedades analgésicas.

 

Mas foi só em 1828 que o Professor de Farmácia, alemão, Johann Buchner isolou a substância que produzia esse efeito. Como os salgueiros pertencem ao género Salix, foi-lhe dado o nome de “salicina”. Em 1853, Charles Gerhardt e, em1897, duma forma mais perfeita, Felix Hoffmann, sintetizaram esse composto e, como tinha reacção ácida, recebeu o nome de “ácido salicílico”.

 

Em 1899 a firma Bayer, combinando o ácido salicílico com acetato para dar o ácido acetilsalicílico, começou a comercializar esse medicamento com o nome de “Aspirina”. Ao longo de mais de um século, a Aspirina, o ácido acetilsalicílico, continua a ser um medicamento muito usado.

 

Além dos efeitos já conhecidos de analgésico, antipirético e anti-inflamatório, foram descobertos outros de grande utilidade embora também alguns inconvenientes como ser capaz de provocar úlceras, um mal que pode ser prevenido se a Aspirina for tomada depois de esmagada e diluída em água, que pode ser açucarada, e sempre acompanhada com comida.

 

Na segunda metade do século XX, além de se descobrir a forma como actua, ao nível molecular, descobriu-se que o ácido acetilsalicílico tinha um bom efeito para impedir a agregação das plaquetas do sangue, que causam entupimento das artérias, de que resultam tromboses e infarto do miocárdio, o chamado ataque cardíaco.

 

Tal como neste caso do ácido acetilsalicílico, muitos outros medicamentos começam por ser extraídos de plantas e só depois a química isola e sintetiza a substância activa.

 

 Miguel Mota

 

Publicado no Linhas de Elvas de 18 de Julho de 2013

2 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2007
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2006
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2005
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D
  222. 2004
  223. J
  224. F
  225. M
  226. A
  227. M
  228. J
  229. J
  230. A
  231. S
  232. O
  233. N
  234. D