Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A bem da Nação

O BÓSON DO FUTURO

 

 

Por muito impossível ou absurdo que se possa imaginar, o futuro brasiliense... não chega. Deve ter mudado a agulha para qualquer outro lado, e pedido asilo político talvez na Etiópia; mas para aqui...

 

Depois do grande sucesso, mundial, que foi a descoberta do etanol como combustível para motores, de termos sido os pioneiros e “mestres” dessa tecnologia, o Brasil desarvorou a fazer carros com motor para álcool. O meu, por exemplo, que há 17 anos continua a funcionar perfeitamente. Pois bem, demos a conhecer ao mundo uma “nova” forma de energia renovável, e hoje... importamos etanol, dos EUA com quem quisemos comprar briga porque eles impuseram uma taxa ao nosso produto! Porque? Porque se desestimulou a sua produção tupiniquim!

 

Mas, não há-de ser nada; logo de seguida surge como o mais esplendoroso milagre, com os milhões, triliões de reservas o petróleo no famigerado “pré-sal”. O pior é que, como parece dizia o grande jornalista e humorista, Barão de Itararé, “De onde menos se espera, daí é que não sai nada”, do tal pré-sal, pouco está a sair! E as acções das exploradoras do ouro negro, a cair.

 

Assim a auto-suficiência em combustível está longe de ser atingida, importando-se cada vez mais gasolina, diesel e o bom do etanol. Já estamos em 80 mil barris por dia!

 

O desgoverno esqueceu – ou não deve saber – uma grande máxima chinesa que diz que “governar é prever”!

Não prevê NADA. Actua como corpo de bombeiros, e ainda por cima sem saber de onde vem o fogo nem para onde apontar as mangueiras para o reduzir ou apagar.

 

Fazem-se leis que só não são de gargalhar porque o povo é que paga essas avacalhações.

 

Reduz imposto nos carros e nos electrodomésticos, estimula a compra e o crédito pessoal, para que os “companheiro metalúrgicos” continuem a votar no PT, e... só o Banco Itau anunciou um prejuízo de 18 milhões em inadimplência (Não lhe faz qualquer diferença porque ganha biliões!). Só não informam o que perderam os outros bancos sobretudo os federais, até porque têm lá a impressora...

 

Além disso a média de endividamento da população brasileira já ultrapassa os 22% dos seus proventos.

 

No princípio do ano, a euforia e sem-vergonhice previa um aumento de 5% do PIB; depois seriam só 3%; numa semana a opinião variou entre 2,5 e 2,18 e até 2,05. Já se fala em 1,9%. E a indústria vai em brilhante crescimento zero ou negativo!

 

Apesar deste paraíso, do sol tropical e do Rio de Janeiro ser agora Património Mundial – e das gangues do narcotráfico – o congresso decidiu, uma vez mais – normalmente uma vez por ano! – aumentar em 30% a verba de gabinete dos inócuos, ineptos e inescrupulosos “delegados do povo”! Infâmia. E, é verdade, aumentar também o número de vereadores em todo o país, para o que se criam mais 5.070 vagas, algumas para prefeituras cuja arrecadação não chega para pagar os salários dos actuais salafrários!

 

Entrementes sexa o ministro das finanças, sabendo que o Brasil continua num tremendo atraso no ensino, encrespou-se todo quando alguém propôs que no próximo orçamento se reservassem 7% para a educação. Diz que, com isso, o Estado ia quebrar! O pior é que se não o fizer... o analfabetismo vai perdurar, e quebra tudo na mesma.

 

Começa agora a campanha para eleição de prefeitos. Uma delícia! Um espectáculo de amizades nunca, jamais, visto. Aliás, sempre; sempre a mesma vergonha. Numa cidade o PSDB junta-se ao PMDB e ao PSOL, em outra O PMDB enlaça-se com o PT e o PRB, noutra são os verdes e os vermelhos, além mais os cor de rosa, os azuis e os... e a maior novidade de toda a história política do Brasil, até o lula, foi beijar a mão do seu arqui inimigo maluf! Não é para admirar porquanto já tinha beijado na boca e chamado Tarzan ao antoninho malvadeza, o falecido dono da Bahia, ao sarney, dono do Maranhão e ao collor, dono de Alagoas. É um tal de beijar os ex (?) super inimigos que parece estarmos assistindo a um filme pornô: pagou, beijou!

 

Vem agora a maior notícia: os cientistas desvendaram o famoso Bóson que o sr. Higgs tinha previsto.

 

Alguém sabe o que é o Bóson? Fala-se em anti matéria, energia sem massa, e outras incompreensibilidades, mas o mundo científico está muito contente. Eu mesmo nada sabendo também estou. Há que acreditar.

 

Então surgiu a grande revelação: o ultra “honoris causa”, inclusivé da (ex) vetusta Universidade de Coimbra, conhecido como o “sapo barbudo” deu ao povo uma tremenda manifestação dos seus conhecimentos científicos, e hoje, quem assistiu a essa “magna aula” já sabe tudo e até talvez criar o tal bóson em casa. (Segundo consta, em segredo, o lugar ideal para essas demonstrações fica em Garanhuns, terra do “mestre” des-honoris de tantas causas”.

 

A maravilha da ciência. Amem

 

08/07/2012

 

 Francisco Gomes de Amorim

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2007
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2006
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2005
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D
  222. 2004
  223. J
  224. F
  225. M
  226. A
  227. M
  228. J
  229. J
  230. A
  231. S
  232. O
  233. N
  234. D