Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A bem da Nação

A AMBIGUIDADE NA ETERNIDADE

 

 

A duplicidade é uma característica

Tão usual no homem

Que, sem perceber de Estatística,

O próprio Esopo,

Do mundo observador,

Com ela enfeitou

Uma hiena e a pintou

Transportando, traidora,

Ora um sexo ora outro,

Segundo lhe apetecesse,

Ou no bestunto lhe desse,

Para melhor conviver

A enganar, a torpedear,

A limpar velhas carcaças

Dos animais mortos na selva

E em seguida gargalhar

No banquete do seu apetite,

Mesmo sem doces passas,

A festejar:

«A hiena e a raposa»

«Diz-se que as hienas,

Cuja natureza

Todos os anos muda,

Num hibridismo de fraca beleza,

Ora são machos ora são fêmeas.

Uma Hiena, encantada

À vista duma formosa Raposa,

Censurava-a por não ceder

Às suas tentativas para a seduzir,

Quando ela, Hiena, só desejava

Ser sua amiga dilecta.

“Não me censures tu a mim,

- A Raposa lhe respondeu,

Que não era nada pateta -

Mas sim,

À tua natureza dúbia

Que não me permite esclarecer

Se minha amiga ou meu amigo

Quererás ser!”

É a pessoa ambígua

Que a fábula pretende atingir.»

Ora aqui está como se pode tão bem descrever

Uma sociedade de grande capacidade

Para a ambiguidade,

Sem citar nomes próprios,

Coisa que é mais da Justiça,

Ou dos Jornais, recolher!

Bem se diz, para resumir,

E isto sem contradições,

Que quem vê caras não vê corações.

Mas por isso mesmo vivemos

Numa época de muitas discussões,

As mais das vezes sem apelações.

Porque na pátria amada

A ambiguidade é protegida

Sobretudo se bem engravatada.

Seria já assim também

No tempo de Esopo,

Um homem tão de lá d’além,

De tempos tão recuados

Quando ainda não se haviam

Formado antepassados?

Mas estou em erro: Porque afinal

As sereias do Ulisses

Também estavam prontas

Para causar-lhe mal!

E a serpente bíblica

Fez-nos sair do Éden

Para o desterro terreal!

A ambiguidade, é verdade,

Nasceu

Sob a capa da suavidade

E nunca morreu.

 

 Berta Brás

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2011
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2010
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2009
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2008
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2007
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2006
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D
  222. 2005
  223. J
  224. F
  225. M
  226. A
  227. M
  228. J
  229. J
  230. A
  231. S
  232. O
  233. N
  234. D
  235. 2004
  236. J
  237. F
  238. M
  239. A
  240. M
  241. J
  242. J
  243. A
  244. S
  245. O
  246. N
  247. D