Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A bem da Nação

CROQUIS

 

 

Escreveu Esopo,

Bom conhecedor dos animais

E dos significados

Das suas acções reais,

De aplicação aos humanos mortais:

«O morcego, a silva e a gaivota»

«Um morcego, uma silva e uma gaivota

Tinham-se associado

Para num negócio se lançarem,

Sem nenhuma artimanha de batota.

O morcego obteve os capitais

Para investir numa sociedade

De qualidade,

A silva fabricou trajes especiais,

A gaivota comprou o cobre para o negócio,

Como terceiro sócio,

Antes de no veleiro embarcarem.

Mas uma tempestade rebentou

Que o navio virou.

Os três sócios até à margem nadaram,

Mas toda a carga perderam,

Que se tramaram.

E foi assim que desde então,

Sem nenhuma excepção,

A gaivota mergulha nas profundezas,

À procura do cobre das suas despesas;

O morcego, com receio dos credores

Não aparece de dia mas de noite

Em busca dos comeres;

E a silva, infatigavelmente,

Prende as vestes dos viandantes

À procura das que perdeu para sempre.

A fábula mostra que quando uma questão

Nos toca de perto,

Voltamos sempre ao lugar

Do ponto da confusão

Para procurar

Resolvê-la com acerto.»

Isto disse Esopo,

Mas o que costumamos nós dizer,

Por nos ser mais comum,

É que “o criminoso

Volta sempre ao local do crime”,

Sem receio algum.

Que é como quem diz,

Que os negócios são como um team

Entre os amigos do coração

Que bem podem resultar em trambolhão,

Não para eles mas para o país.

Mas eles todos atingem a margem,

Com muita sabedoria e coragem,

Mesmo que o resto vá para o fundo.

É o nosso mundo.

Não o dos negócios ocasionais

Que metem morcego, silva e gaivota

Sem qualquer artimanha de batota

O que não passa, aliás, de treta.

O nosso mundo de negócios fulcrais

É sempre de vitória com batota,

Para os principais,

Quer tenham ou não frota.

Para outros, a derrota.

A gota.

A bota rota.

A boca torta.

A bolsa oca.

A moca.

 

 Berta Brás

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2006
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2005
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2004
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D