Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A bem da Nação

Goa, Damão e Diu – 2

 

O 15 de Agosto de 1955 no ex-Estado da Índia Portuguesa

A <História> que não foi contada

 


Fortaleza de Tiracol

PREPARAÇÃO PARA A DEFESA DE GOA

 

Preparados para todas as eventualidades, encontravam-se também os Batalhões de Caçadores nºs. 1 e 2, aquartelados, respectivamente, em Margão e Pondá, unidades estas oriundas das antigas províncias de Angola e Moçambique.   A Companhia de Caçadores nº 8, despachada de Moçambique no último momento, ainda tomou parte no rechaçar da invasão satyaghray.

 

Na cidade de Margão, encontrava-se ainda o Grupo de Cavalaria de Torçanzori, com diligências apoiadas de auto-metralhadoras espalhadas por quase todo o distrito de Goa. Em Mapuçá, no concelho de Bardês, fixava-se o Esquadrão de Cavalaria, com as auto-metralhadoras a defenderem o reduto norte.

 

No planalto de Bogmaló, a cobrirem o porto de Mormugão, viam-se a Bataria de Artilharia Anti-Aérea de Penafiel e as de Artilharia Ligeira de Évora e Santarém, sob o comando geral do major João Pedro Correia de Matos, que depois da sua missão na Índia, voltaria a comandar o Forte do Alto de Duque, em Algés (Lisboa).

 

Em Damão, os reforços à precária e reduzida guarnição também não se fizeram esperar, com o minúsculo distrito de Diu a ver a sua histórica fortaleza com mais bulício devido à chegada de novos militares para prestarem serviço na Bataria de Artilharia e Companhia de Engenharia. 

 

Enquanto não se aproximava o momento anunciado para a invasão satyaghray, que tudo levava a crer seria apoiada por elementos do Exército regular indiano, iam sendo levadas a cabo acções violentas no território de Goa, mas sem consequências de maior, registando-se, contudo, algumas baixas nas forças da autoridade.

 

Pouco mais de dez mil homens, apoiados no mar pelos navios de guerra «Afonso de Albuquerque», «João de Lisboa», «Gonçalo Velho» e ainda o navegável «Faial», aguardavam o desenrolar dos acontecimentos.

 

Governava o Estado da Índia Portuguesa, o general Benard Guedes, que após terminada a sua comissão de serviço, regressou a Lisboa, vindo mais tarde a desempenhar o honroso cargo de lugar-tenente ou conselheiro de D. Duarte Nuno, o Príncipe das Beiras e herdeiro ao trono de Portugal (1).

 

Alberto Alecrim

 

Artigo da Revista Macau nº 18 de 1989-edição do Gabinete de Comunicação
Social do Governo de Macau
fotografias de Leong Ka Tai  cedidas pelo Instituto Cultural de Macau; cópia fiel

 

http://www.memoriamacaense.org/id305.html

 

(1) Na colónia Britânica de Hong Kong reside uma filha deste ilustre oficial-general - que faleceu em Benguela - casada com o reputado médico Dr. Barros Lopes.

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2005
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2004
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D