Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A bem da Nação

COISAS DA ÍNDIA – 1

 

 

OS PECADOS DE BASTIÃO PIRES

  (*)

 

. Embarcou de Lisboa para a Ásia pouco depois de 1500. Foi Vigário geral da Ilha de Cochin, na Costa do Malabar. Ao Oeste e não muito distante situa-se a Serra da Pimenta, Cabo de Comorim um pouco mais ao Sul da Índia. Cochim foi base importante dos portugueses antes de Afonso de Albuquerque conquistar definitivamente Goa em 1510.

 

. De Cochim é planeada a expansão lusa para a Costa do Coramandel, a Ilha do Ceilão que se situa a Sul da Baía de Bengala até ao extremo Oriente. Bastião Pires, também conhecido por Sebastião, chega a Cochim nos anos de 1512. Em Lisboa, foi pároco de prestígio, confessor e Capelão de Dom Manuel I.

 

. O monarca Venturoso, tendo em Bastião um clérigo da sua confiança, nomeou-o Vigário-Geral de Cochim e mandou-o seguir para a Índia arrebanhar cristãos; numa terra onde havia muitos infiéis, inclusivamente mouros de tez escura iguais aos de Marrocos e Tânger e que imenso trabalho tinha dado aos portugueses escorraçá-los do Algarve para o Norte de África.

 

. Trocou correspondência com o Rei D. Manuel I; foi a Lisboa apresentar-lhe "queixinhas", dando-lhe conta do pouco zelo que à sua fazenda lhe era dado na Ilha da Pimenta; voltou à Índia. E, depois da morte do seu Rei protector, foi acusado de crimes de peculato, de "mulherengo" e acabou por desaparecer da arena política/religiosa da Índia.

 

. Ficaria por lá mas Lopo Soares de Albergaria enviou-o para Lisboa a fim de prestar contas do que foi acusado. Pobre do padre Bastião Pires que depois da morte do seu grande amigo Afonso Albuquerque não conseguiu libertar-se da vingança dos adversários políticos. . A intriga era coisa comum entre os portugueses da época. Todos desejavam – fosse como fosse – enriquecer sem escrúpulos.

 

.Não vamos julgar o pároco Bastião Pires, tão-pouco condená-lo pelas acusações que lhe foram feitas há quase 500 anos. Para atingirem objectivos, os fidalgos vaidosos, a gente de confiança d’el-Rei, que depois o traiam na Índia, não olhavam a meios para regressarem poderosos a Lisboa.

 

 [ReportagemMim.JPG] José Gomes Martins

(Bangkok)

 

(*) http://www.google.pt/imgres?imgurl=https://1.bp.blogspot.com/_4aYoFdiHgTk/Rt1Qr2J9zxI/AAAAAAAAA2g/FuPjBPBoxFU/s320/Cochim.JPG&imgrefurl=http://aquitailandia.blogspot.com/2007_07_01_archive.html&usg=__7Vj9Q-9nzV_pQq55pXvs9rSTnjk=&h=247&w=320&sz=26&hl=pt-br&start=0&zoom=1&tbnid=pi5hAdPwbQh41M:&tbnh=161&tbnw=207&prev=/images%3Fq%3DBasti%25C3%25A3o%252BPires%26um%3D1%26hl%3Dpt-br%26sa%3DN%26rlz%3D1T4SUNA_enPT292PT293%26biw%3D1003%26bih%3D496%26tbs%3Disch:1&um=1&itbs=1&iact=hc&vpx=624&vpy=123&dur=3656&hovh=197&hovw=256&tx=113&ty=112&ei=iynETOHPGMnEswa-lfS4CA&oei=iynETOHPGMnEswa-lfS4CA&esq=1&page=1&ndsp=10&ved=1t:429,r:3,s:0

1 comentário

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2005
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2004
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D