Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A bem da Nação

O citarista

 

 

Citaristas ... há muitos

O que eu muito estranho

Quando pela fábula me entranho

- Com prazer tamanho,

Confesso a verdade! -

É verificar

A actualidade

De tantas ocorrências

E o paralelismo

Da moralidade

De ontem com a de hoje,

Caso para exclamar

Sem facciosismo: Foge!

Ou melhor dizendo: fogo!

Que dum modo geral,

É mais actual,

Para nosso mal.

 

Assim dizia Esopo, um dia:

 

O citarista

 

Um citarista dotado de talento,

Ou julgando tal,

Com muito pouco tento,

Sem tréguas cantava numa casa

De paredes rebocadas a cal,

Que o eco da sua voz bonita,

Na sua opinião,

- Embora com pouca razão

Para nisso crer –

Lhe reenviavam com muita pinta;

Cuidou assim um belo órgão vocal

Possuir,

E de tal modo a cabeça foi encher

Com a convicção de o ter,

Que achou indispensável

Igualmente pelo teatro

Se repartir

E ali se exibir.

Mas, uma vez em palco,

Cantou tão mal

Que foi expulso à pedrada

Sem complacência

E, pelo contrário,

Com “quanta indecência!

Quanta palavrada,

 

Como, aliás, também fizeram

Sem nunca se desculparem

Os mendigos do nosso Cesário

- Se me é permitido um parêntese

Para dar mais ênfase

A estes devaneios efabuladores

Dos fabulistas doutores

Um tanto ou quanto desumanos,

Como inimigos encartados

Dos erros humanos,

Por vezes, é certo, bem tresloucados.

 

Mas, retomando o citarista

Do grego fabulista

Expondo a sua moral,

De modo tão actual,

Concluamos:

 

Assim também, certos oradores

Que durante os seus estudos anteriores

Pareceram bem dotados,

E cujos resultados

Posteriores

São marcados

Pela generalidade

Da nulidade

Quando na carreira política

São lançados.

 

Realmente acho piada

Ao exemplo citado

Do citarista

- Do tocador de lira,

Antepassado –

Vivendo na mira

De um outro ordenado,

Convencido

Da muita capacidade

Porque acreditava

Ter uma voz magnífica

Que só ele ouvia.

 

A mesma fantasia

Grassa hoje na política

Tal como antigamente,

Como Esopo dizia:

É ver os chefes dos partidos

Todos entretidos

Com vozes esplendorosas

Debitando competências

Altissonantes, deslumbrantes,

Palavrosas,

Redundantes,

Com muito destaque

E arte

Teatral

Escondendo o vazio

Programático

Sob o sorriso enfático,

Por vezes pleno de doçura

Na postura ...

É infernal

Um político,

Mesmo quando artificial,

Como é vulgar hoje-em-dia

Com a maioria!

 

Agosto de 2010,

 

Berta Brás

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2005
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2004
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D