Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A bem da Nação

LIDO COM INTERESSE - 48

 

 

Título: 1509 – A Batalha que Mudou o Domínio do Comércio Global

 

Autores: Jorge Nascimento Rodrigues Tessaleno Devezas

 

Editora: Centro Atlântico – Lisboa

 

Edição: 1ª, Outubro de 2008

 

http://www.youtube.com/watch?v=1T10sXLRX4o&feature=player_embedded

 

 

No dia 3 de Fevereiro de 1509 desenrolou-se uma batalha naval ao largo de Diu que hoje é considerada como tendo sido a primeira batalha da era moderna sendo ali aplicada uma táctica que perdurou até à 2ª Guerra Mundial.

 

Mas a sua importância ultrapassou as questões técnicas militares pois foi com essa batalha que o Oceano Índico deixou de ser um «lago muçulmano» para passar a ser um mar português; as rotas comerciais entre a Europa e o Oriente deixaram então de passar pelo Mar Vermelho, Alexandria e Veneza para passarem a seguir pelo Cabo da Boa Esperança em direcção a Lisboa.

 

E não deixa de ser curioso que o ganhador dessa batalha tivesse sido um Vice-Rei da Índia que já estava demitido, D. Francisco de Almeida, num processo de vingança pessoal pela morte do filho na batalha naval de Chaul, fora de qualquer orientação estratégica emanada da Coroa.

 

Mais ficámos a saber que o uso brutal da força se ficou a dever a quem mais preconizava (e tinha praticado durante o mandato) a via diplomática e o smart power ficando para a História como o mais subtil estratega do então nascente Império Português do Oriente.

 

E foram muitas as informações que recordámos ou aprendemos:

 

- No regresso a Portugal, D. Francisco de Almeida morreu na praia da Baía de Saldanha, a sul da actual Namíbia, trespassado por lanças ou setas de cafres locais; como epitáfio alguém escreveu: Aqui jaz D. Francisco de Almeida, Viso-Rey da Índia, que nunca mentiu nem fugiu;

 

- O Corão determina que os fiéis iniciem o jejum do Ramadão somente após a observação, a olho nu, da Lua Nova que marca o primeiro dia desse mês. (...) tal observação deve ser feita por duas testemunhas idóneas e piedosas que comunicam o facto a autoridades reconhecidas, as quais determinam então o início do período.

 

Lido com interesse e mantido à mão como recurso informativo para muitas e diversificadas matérias.

 

Tavira, Agosto de 2010

 

 Henrique Salles da Fonseca

4 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Contador


contador de visitas para site

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2006
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2005
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2004
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D