Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A bem da Nação

ISTAMBUL – 2

 

 
No século III a. C. houve uma grande migração de gauleses para oriente. Percorreram a Europa, atravessaram a Grécia e chegaram à Ásia Menor em cuja zona central, a Capadócia, assentaram assim formando uma região que se passou a chamar Galácia. Os seus habitantes passaram a chamar-se gálatas (do grego Galátai, ou seja, gauleses) e erigiram como capital uma cidade a que chamaram Ancyra, a mesma a que hoje chamamos Ancara.
 
Algures na História, um grupo relativamente numeroso de gálatas abandonou a Ásia Menor e estabeleceu-se na margem europeia do Bósforo. Mais concretamente, no promontório que inicia a margem norte do Corno de Oiro. Ponto estratégico para o comércio, clima relativamente ameno, comunicações fáceis, enfim, o verdadeiro centro do mundo de então.
 
Integrados no Império Bizantino, ali fizeram a sua vida até que se iniciaram as Cruzadas e por volta de 1100 da nossa era tudo se complicou. De facto, o Imperador Aleixo I Comneno pediu aos genoveses que o apoiassem com uma frota naval na luta contra os muçulmanos mas os «italianos» só acederam ao pedido mediante a outorga duma área na qual se pudessem estabelecer perenemente. Os gálatas não foram expulsos do seu promontório mas o Imperador obrigou-os à convivência com os genoveses que ali passaram a mandar.
 

A torre, chamada inicialmente Christea Turris, foi construida em 1348 como parte da expansão da colónia genovesa de Constantinopla. Tratava-se da construção mais alta das fortificações que rodeavam a cidadela. A torre actual não é a mesma que a antiga, originariamente bizantina, chamada Megalos Pyrgos e que controlava o extremo norte do mar para a entrada do Corno de Ouro. Encontrava-se noutro local mas foi destruída durante a Quarta Cruzada, em 1204.

 
 
Eis por que aquela zona de Istambul se chama Gálata e seja igualmente conhecida como «bairro italiano». O predomínio cristão católico romano passou a prevalecer sobre o cristianismo ortodoxo e ainda hoje é ali que se mantêm as igrejas católicas abertas ao culto.
St. Antoine Church
Igreja de Stº António
 
A título de mera curiosidade, refira-se que em turco palácio se diz «saray» e que terá sido num palácio deste bairro que nasceu o famoso Galatasaray tão conhecido dos futebolistas e seus adeptos. Nunca me passaria pela cabeça referir esta simples curiosidade se na Turquia o futebol não tivesse a importância que efectivamente tem. Lá, como cá, o clubismo é motivo de paixões e antagonismos; lá, como cá, o futebol serve os políticos às mil maravilhas para distrair o povo das misérias deste mundo.
 
 Beyoglu
Avenida Istiklal,
o centro cosmopolita
 
(continua)
 
Lisboa, Janeiro de 2010
 
Henrique Salles da Fonseca
 

 

3 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2007
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2006
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2005
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D
  222. 2004
  223. J
  224. F
  225. M
  226. A
  227. M
  228. J
  229. J
  230. A
  231. S
  232. O
  233. N
  234. D