Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A bem da Nação

LIDO COM INTERESSE – 4

“Fábulas” (título original “Fabeln”)
Autor: Gotthold Ephraim Lessing (alemão)
Editor: PLANETA EDITORA, Lda.
Tradutor: Fernando Ribeiro
1ª Edição portuguesa: 2001



“O Leão e a Lebre

Um leão deu a uma lebre patusca honras do seu convívio.
- Afinal sempre é verdade – perguntou-lhe um dia a lebre – poder um reles galo afugentar-vos, a vós leões, tão facilmente com o seu cocorocó?
- De facto é verdade – respondeu o leão. - É mesmo uma particularidade comum a nós, grandes animais, o termos um determinado ponto fraco. Por exemplo, deves ter ouvido que o grunhido do porco causa arrepios e pavor aos elefantes.
- É verdade? – interrompeu a lebre. – Agora percebo também por que razão, nós as lebres, temos um medo tão aterrador dos cães.”


“O avestruz

- Agora quero voar – exclamou o avestruz colossal. E todo o povo das aves se postou sério, em seu redor, à espera.
- Agora quero voar – repetiu. Abriu amplamente as poderosos asas, qual veleiro a todo o pano e largou pelo chão adiante sem que o perdesse por uma passada sequer.
Vede aqui uma imagem poética daquelas cabeças nada poéticas que nas primeiras linhas das suas odes colossais ostentam discurso imponente, ameaçando elevar-se acima de nuvens e estrelas, permanecendo no entanto sempre fiéis à poeira.”



x-x-x-x-x



La Fontaine ensinou-nos fábulas em verso; Lessing fê-las em prosa, curtas de preferência.

Ridicularização e caricatura da vaidade, a ironia e a crítica social na boca dos animais.

Tradução exemplar por um Professor de literatura alemã na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa com amplas notas explicativas do enquadramento literário finalizando com uma nota Bio-bibliográfica de fácil leitura e enorme interesse histórico.

Para além de ter lido com interesse, fi-lo também com gosto.

Lisboa, Fevereiro de 2006

Henrique Salles da Fonseca

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2005
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2004
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D