Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A bem da Nação

D. Beja, descendente de açorianos?

 

 
 
                                                         
 
   
                                                     
Ao rever uma novela sobre os costumes da região do Triangulo Mineiro, D. Beja, lembrei-me da possibilidade de Ana Jacinta de São José, mulher de influência na política araxaense, do inicio do século XIX , ser descendente de açorianos.
 
Contam-nos os historiadores que no apogeu das descobertas auríferas, para facilitar a drenagem das riquezas e tirá-las da influência de São Paulo e da cobiça dos contrabandistas, o então governador da capitania Minas Gerais, o alentejano Gomes Freire de Andrade, seguindo ordens régias, abriu um caminho (PICADA DE GOIÁS) que ligava as minas goianas a São João Del Rei. Para consolidar a política de ocupação das fronteiras e da terra, ele distribuiu sesmarias (de três léguas) ao longo da picada àqueles que ajudaram na obra e nas lutas contra os quilombolas e índios caiapós que aterrorizavam o espaço. Em 1769, o então governador Luis Diogo, determinou uma da ultimas expedições contra os quilombos. Era comandante o já abastado fazendeiro e mestre de campo, regente dos Serões, o açoriano, da Ilha da Terceira, Ignácio Corrêa Pamplona. Contava ele com um grande grupo de outros fazendeiros, parentes e amigos, além de escravos e alguns aventureiros que receberam terras ao final da empresa.
 Pacificada a região, pontuada com um ou outro foco de convulsão, as propriedades foram ocupadas pelos respectivos sesmeiros,  suas famílias e alguns agregados.
Na sesmaria dos Pains (distrito de Formiga)construiu-se uma fazenda chamada Formiga Grande, onde nasceu a mãe de Beja e de onde dizia o avô dela provir. Confrontando com essa fazenda, existia uma outra  chamada Morro Cavado, sendo um dos seus proprietários José Joaquim da Silveira, descendente de Domingos Antonio da Silveira, também açoriano, acompanhante e amigo do Mestre de campo Ignácio Correa Pamplona. Eram filhos de José Joaquim da Silveira , Ana Joaquina de São José, Gertrudes Joaquina de São José , Antonio Rosa de São José. Uma das tias do fazendeiro chamava-se Ana Jacinta de São José. Provavelmente o motivo de D. Beja, a famosa cortesã de Araxá, possuir o mesmo nome.
Nos documentos ela é declarada filha de pai ignorado e ao levar em conta a tendência e
a evolução histórica do povoamento da região, levantamos a hipótese de ser ela filha ou neta de açorianos.
Se alguém souber mais alguma coisa sobre a vida dessa famosa personalidade da nossa região, peço :
Tome a palavra, estamos aprendendo.
 
 Maria Eduarda Fagundes
Uberaba,20/04/09
 
Referencia e dados:
A Oeste de Minas ( Luis Augusto Bustamante Lourenço)
Fatos Ligados à Vida de D, Beja ( Leopoldo Correa- Fonte o jornal O Pergaminho de 25/05/1992, n.o 11, pg 9)
 

 

2 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2006
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2005
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2004
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D