Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A bem da Nação

DOMÍNIO INGLÊS NO BRASIL

                                 OS TRATADOS DE 1810 - Parte 12
 
Final da parte 11: A classe dominante platina, contrária ao movimento revolucionário, reconhecia a força dos partidários da solução monárquica, que rodeavam o Rio de Janeiro. Como a classe dominante brasileira, a platina também preferia continuar colonial a sofrer qualquer alteração em seus privilégios.
 
No Brasil, a luta por uma solução democrática para a emancipação deflagraria os acontecimentos da Regência quando as forças do latifúndio acabariam por impor o seu domínio. No Prata, aquela luta prolongou-se no período de anarquia e caudilhismo. A turbulência aqui e no Prata estava relacionada à profunda e alastrada luta por formas mais avançadas de governo e de organização nacional.
 
Parte 12: Negociações
 
  A primeira das exigências alcançadas por Strangford, posteriormente incorporadas ao texto dos acordos, foi relativa ao Juiz Conservador britânico no Brasil, com funcionamento imediato na Bahia e no Rio de Janeiro. Foi assinada uma convenção para estabelecer uma linha de navegação entre a Inglaterra e o Brasil. As partes em entendimento concordavam em afirmar tratados definitivos que sancionassem a nova situação.
 
Mapa do Continente da Colónia do Sacramento e Rio Grande de São Pedro até à Ilha de Santa Catarina
 
  A resistência consistia, quase unicamente, no facto de que do lado português, pretendia-se da Inglaterra reciprocidade de tratamento alfandegário. Estava incluído nesse ítem o problema dos gêneros tropicais que a Inglaterra recebia de suas colônias e que eram os mesmos que constituíam a exportação brasileira, na maior parte. Strangford resistia sempre à essa exigência. Em novembro de 1808, Sousa Coutinho informou ao ministro inglês a decisão do governo de permitir a baldeação e reexportação  das mercadorias inglesas nos portos brasileiros mediante taxa de trânsito insignificante assegurando-lhe que tal concessão constaria no texto de acordo definitivo que ambos negociavam. A concessão estava ligada à conquista do mercado platino e à exigência ainda não abandonada de um porto na ilha de Santa Catarina.
 
Continua
 
 Therezinha B. de Figueiredo 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2005
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2004
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D