Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A bem da Nação

LIDO COM INTERESSE – 36

 

 
 
 
Título: O LAGO AZUL
Autor: Fernando Campos
Editor: DIFEL
Edição: Novembro de 2007
 
 
 
Lo Heredé, lo compré y lo conquisté- assim se referia Filipe II de Espanha a Portugal.
 
Como neto do nosso rei D. Manuel I, era Filipe II de Espanha herdeiro da coroa portuguesa se outro candidato não houvesse que apresentasse maior legitimidade. Assim justificava o rei espanhol a primeira parte da frase, «lo heredé».
 
Porque distribuiu lautas prebendas por inúmeros nobres portugueses delas carentes que desse modo se lhe juntaram à causa, justificou a segunda parte da célebre frase, «lo compré».
 
Tendo-lhe saído ao caminho à entrada de Lisboa, no vale de Alcântara, quem seguisse o outro candidato ao trono, D. António Prior desobrigado do Crato igualmente descendente directo de D. Manuel I mas por via natural, conseguiu ao fim de três esforçados dias justificar a terceira parte da frase, «lo conquisté».
 
Não restam dúvidas de que Filipe II de Espanha suou as estopinhas para ser Filipe I de Portugal.
 
Filipe II de Espanha já idoso
Juan Pantoja de la Cruz in
El Escorial
 
 
 
O livro do Professor Fernando Campos começa praticamente aqui, quando D. António é aclamado rei pelos procuradores do povo reunidos em Santarém depois da morte do Cardeal D. Henrique, em 1580, na reabertura das Cortes de Almeirim.
 
A derrota militar no vale de Alcântara envia o rei D. António para o exílio. É desse exílio que o livro trata bem como da vida dos sucessores do rei exilado.
 
Autêntica aula de História, trouxe-me à memória e ao conhecimento algumas coisas que já esquecera e muitas outras que não sabia. Por exemplo, nunca eu imaginara que as casas de Portugal e de Nassau tivessem tantas ligações nem que Maurício de Nassau, Governador do Brasil ocupado pelos holandeses, estivesse tão ligado à coroa exilada portuguesa.
 
Felizmente, estamos sempre a tempo de aprender.
 
Muito úteis as notas finais com que o livro encerra nas quais o Autor nos afiança que todos os factos descritos são comprovadamente verídicos.
 
Quanto ao estilo literário, confesso que gostei mais de “A casa do pó”. Achei este modo um tanto ou quanto rebuscado, pouco escorreito, algo barroco. Mas não atribuo a isso importância que chegue para desmerecer a aula de História. Se o estilo fosse mais moderno talvez não nos conseguíssemos embrenhar tanto na época...
 
Gostei e recomendo.
 
Outubro de 2008
 
Henrique Salles da Fonseca

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2005
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2004
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D