Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A bem da Nação

O petróleo brasileiro, mais uma esperança de riqueza

 

 
                   
 
 
O país, através do presidente Lula, anunciou com regozijo que mais um campo de petróleo foi achado no pré-sal.  A área petrolífera se estende por 800 Km ,  da costa de Santa Catarina à do Espírito Santo, e se as previsões extractivas  forem confirmadas irá colocar o país como um dos maiores detentores de reservas de petróleo do mundo,  ficando o Brasil atrás somente da Arábia Saudita, Emirados Árabes, Irã, Iraque e Kuwait , noticiou  a revista Veja, desta semana.
 
Segundo o formador de opinião Stephen Kanitz, a euforia foi tanta que já se chamou um economista e professor da Universidade de  Harward, Ricardo Hausmann,  para opinar como gastar o dinheiro que ainda não se ganhou. Solenemente o presidente já antecipou que o dinheiro é para tirar o país da miséria e investir na educação. Mas não é essa a promessa que todos os governos fazem há gerações, e que nunca se realiza?
 
. A madeira, a cana, o ouro, as pedras preciosas, a pecuária, o café, de novo a cana e agora o petróleo. O Brasil já teve vários ciclos de riqueza extractivos e produtivos que não viraram nada para tirar a população da ignorância e da pobreza . Primeiro, segundo os historiadores, devido ao Brasil ser colónia,  e depois não se sabe bem porquê. Talvez política equivocada, pressões do mercado internacional, provavelmente desvio de dinheiro, corrupção... .O certo é que ao fim e ao cabo nunca se vê o dinheiro ou o que dele foi feito. Esperemos que desta vez as mentes brilhantes deste país tenham muita calma nessa hora, na hora de saber o que fazer com tanto petróleo. Tomara que tenham parcimónia, que não explorem toda essa riqueza de só uma vez, afectando drasticamente o subsolo e pondo em risco as reservas energéticas para as gerações futuras. O Brasil tem mais opções de energia renovável e recursos económicos diversificados que podem e devem ser explorados com equilíbrio e bom senso, respeitando o meio ambiente, para reverterem, de facto, em qualidade de vida para o brasileiro.  
 
 Maria Eduarda Fagundes
Uberaba, 11/09/08

1 comentário

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2007
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2006
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2005
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D
  222. 2004
  223. J
  224. F
  225. M
  226. A
  227. M
  228. J
  229. J
  230. A
  231. S
  232. O
  233. N
  234. D