Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A bem da Nação

PASSE DE MAGIA – 8

 

 
MEDIDAS DE POLÍTICA PROPOSTAS POR
FLÁVIO GONÇALVES
 
A minha medida é modesta, creio muito sinceramente que o nosso principal problema é o desconhecimento por parte dos governantes do que padece o nosso povo, cresceram em instituições privadas, frequentam hospitais privados, os filhos colégios privados, residem em condomínios privados, e isto espalhado por mais que uma geração originou o actual Estado que temos: completamente distante da realidade do povo.
A medida sugerida por mim, e por acreditar que a situação poderá derivar deste distanciamento social e não dum instinto malévolo consciente, era tão só ordenar que todos os ministros, secretários de Estado, assessores e inclusive todos os deputados nacionais vissem o seu ordenado reduzido por um período mínimo de três meses para o valor do ordenado mínimo nacional, confiscar-lhes durante esse tempo as contas bancárias, residências e viaturas de luxo e forçá-los a viver estes três meses como se fossem realmente portugueses, utilizando transportes públicos e vivendo em apartamentos minúsculos com rendas gigantescas conseguindo alimentar a sua família com um ordenado vergonhoso e terceiro-mundista.
Pode não parecer uma medida muito radical quando comparada com as já apresentadas, não é propriamente política, mas era uma medida bem possível que, estou em crer, teria resultados.
Flávio Gonçalves

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2007
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2006
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2005
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D
  222. 2004
  223. J
  224. F
  225. M
  226. A
  227. M
  228. J
  229. J
  230. A
  231. S
  232. O
  233. N
  234. D