Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A bem da Nação

CRÓNICAS DO BRASIL

 

BRINCANDO  ÀS  GUERRAS...?
 



Neste momento [Julho de 2003] não vejo qualquer interesse em debater neste país o que quer que seja, que se pareça com o sexo dos anjos.

Tanto faz que o assunto diga respeito ao índio, à negritude, às quotas, à branquidão, ao Fome Zero, à reforma fiscal ou da previdência; nada disto vale uma migalha ao lado do problema que se agiganta numa velocidade de TSUNAMI e que pouco falta para nos engolir a todos. Está quase.

Não adianta disfarçarmos. É só ler os jornais.

Todos os dias, TODOS OS DIAS, os  2 - dois - MST - Sem Teto e Sem Terra, invadem, destroem, roubam, matam gado, mandam e desmandam e ainda o chefe da quadrilha se atreve a dizer que tem um exército que não teme coisa alguma, e que não vai parar enquanto não ocupar todas as terras dos agricultores! Isto é um acintoso desafio à normalidade, uma autêntica declaração de guerra. Uma afronta à PAZ!

Isto sim é grave. E não se vê nada, ninguém, mexer uma palha para pôr cobro a este estado. Já não vivemos num estado de direito e por este andar não vamos nem passar pelo estado de calamidade pública. Não tarda estamos directamente no estado de guerra.

Discute-se muito o desarmamento da população, e o MST está armado até aos dentes, e se necessitar de mais os seus irmãos das FARC mandam o que for necessário. Já há muito que mandam treinadores de guerrilheiros - a Polícia Federal e todos nós sabemos muito bem disso - o que significa que mandar armamento, para eles é moleza.

O governo... o governo onde está? Será que temos governo? Há governo?

Ou umas dúzias de demagogos discípulos e seguidores do desastre em que se vê Cuba?

Eu não tenho fazenda, nem sítio, nem sequer uma chácara, mas já vi este filme diversas vezes, e é dos tais que não tem um Happy End.

Golpe de Estado? Forças Armadas? Quem vai aceitar um golpe tipo 1964? Onde está um líder para levantar a voz e começar a conscientizar a população do perigo que está eminente?

O Brasil está a viver um certo desafogo no seu Balanço Comercial devido à grande produção agrícola que tem vindo a crescer muito significativamente.

O MST quer, como é evidente, acabar com essa estabilidade. Quer a anarquia. Quer a sovietização. Já o pronunciou  ALTO  e  CLARO  para quem quis ouvir, e até para quem não queria.

Banca rota? Guerra civil?

Já vi muita guerra, já estive no meio delas. Desde que nasci já devem ter morrido cerca de 100.000.000 de pessoas em resultado de guerras, guerrilhas, revoluções e outras loucuras cometidas por algumas bestas-feras que se assemelham ao homem, e por isso, de entrada, nos enganam.

Eu não tenho em casa nem um estilingue. Mas não vou ficar quieto assistindo a este descalabro.

Olho por olho, dente por dente.

Cristo dava a outra face. Eu não sou Cristo.



Rio de Janeiro, 28 de Julho de 2003
 
Francisco Gomes de Amorim

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2007
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2006
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2005
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D
  222. 2004
  223. J
  224. F
  225. M
  226. A
  227. M
  228. J
  229. J
  230. A
  231. S
  232. O
  233. N
  234. D