Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A bem da Nação

Resgate cultural

 

 
 
 
 
Quando mantemos usos, costumes e valores, herdados dos nossos antepassados, através da repetição, dizemos que é uma tradição. Quando percebemos a fleuma saxónica, o fatalismo oriental, o fetichismo africano, o utilitarismo americano, a hospitalidade brasileira, estamos conferindo aspectos especiais à conduta de um povo que vai lhe imputar, de uma maneira geral, características culturais.
 
No Brasil, cada região tem uma marca registada, de acordo com a influência do povo que a colonizou. Em Santa Catarina , mais precisamente na região litorânea e na capital, Florianópolis, as tradições açorianas deitaram raízes tão fortes, que perduraram mais ou menos intactas, ao longo destes mais de dois séculos no sul do país, a ponto de que hoje o resgate dessa cultura, em certas ocasiões, tome caminho inverso. Como o caso da nossa prezada e graciosa amiga, professora, socióloga e escritora Lélia Pereira da Silva Nunes, catarinense de Tubarão, açoriano-descendente, personalidade de destaque no panorama cultural do estado de Santa Catarina que, com frequência, é convidada para encontros culturais em Portugal, em especial nos Açores, aonde dá testemunho das histórias e da cultura popular açoriano-catarinenese, através de palestras, livros e trabalhos editados.
 
  
Caminhos do Divino
 
No culto aos santos, em especial ao do Espírito Santo, nos costumes de fundar Irmandades e Associações, nos hábitos de fazer de procissões, no gosto pela musica de viola e festas populares de caráter quase sempre religioso, no apreço pelos folguedos, encontros e confraternizações, no prazer da mesa sempre farta, no respeito e amor incondicional à família, nos arraigados valores e julgamentos, no amor pelo seu rincão natal, o açoriano, nas terras catarinenses, viu renascer as antigas tradições do seu povo.
 
Maria Eduarda Fagundes
Uberaba, 13/07/08
 
Foto encontrada no livro Caminhos do Divino (de Lélia Pereira da Silva Nunes)

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2006
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2005
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2004
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D