Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A bem da Nação

CRÓNICAS DO BRASIL

 

A farra das eleições
 
Estamos a entrar no maior carnaval do Brasil: eleições. Desta vez, mesmo que para prefeitos, vices e vereadores, há já 243.600 candidatos inscritos, e como o prazo para apresentar candidatura ainda não se esgotou o TSE - Tribunal Superior Eleitoral  calcula que o número final atinja os 400.000! Festa é festa.
Mas os números hoje divulgados, que deveriam dar para rir, são uma amostra da continuação da onda tsunamiesca de escândalos, roubalheiras, homicídios e outras delicadezas a que esta corja nos habituou e que estará para vir.
 
Isto é o Inferno!
 
 
 
 
Para ser admitido em qualquer emprego público, mesmo gari, o pretendente tem que ter a sua ficha criminal mais limpa que arcanjo. Para a política, não. Pode ter processos por homicídio, formação de quadrilha, estelionato, roubo descarado de dinheiros públicos, compra de votos, enfim, qualquer crime está BOM para ser candidato! Pode até já ter sido julgado e condenado, em 1ª instância, mas a lei (imaginem: a lei que eles mesmos SE fazem!) considerando a possibilidade de apelo a instância superior, permite que a «dúvida seja aplicada a favor do réu»... mesmo sendo réu de «n» processos.
Entre os já inscritos há 271 que se declaram analfabetos! Podem ser umas bestas mas devemos-lhes o respeito pela verdade afirmada! Começa bem. 73.672 não concluíram sequer o ensino primário, 63.404 apenas têm só o primário e 362 vovôs, coitadinhos, com mais de 79 anos! Vá lê, sempre aparecem 57.366 com ensino superior, que aqui nada vale, basta pôr os olhos no big líder que também não completou o primário, atentar na colecção de besteirol que ele vomita sempre que abre a boca, e entender que ele cortou um dedo para se aposentar com o máximo que podia na ocasião (trabalhou dois anos e recebe só por isso, o quádruplo do que eu recebo, que trabalhei mais de vinte! Se eu soubesse tinha cortado qualquer coisa...).
O TSE só não divulgou, esperemos que «ainda», quantos são e seus nomes, os que respondem a processos por tudo quanto é «cólidade» de crime. E são muitos. Muitos.
Mas nada disto parece perturbar os tranqüilos ares tropicais e seus dolentes habitantes/votantes, mesmo sabendo dos «desvios» de verbas públicas que segundo entidades que estudam esses assuntos, deve ultrapassar um trilhão de reais  R$1.000.000.000. Quantia modesta... que daria para, em menos de 12 meses, acabar com a pobreza, a fome e ainda criar uma eficiente rede de ensino! Mas quem se preocupa com o pobre? Só na hora da colheita de votos, ninguém mais pensando nos tais 50.000 homicídios por ano!
Talvez pior do que os homicídios, coisa que pela vulgaridade já nem "graça" tem, é o caso da SANTA Casa de Belém do Pará onde só em Junho último morreram 56% dos bebês aí nascidos! Diz a Sociedade Brasileira de Pediatria que a taxa máxima admissível é de 10%. Desde Janeiro o total é de 113 bebês mortos! O presidente do hospital reclamou da suposta falta de médicos especializados, falta de estrutura, falta de equipamentos, péssima remuneração do Estado, além de não haver em Belém do Pará, cidade com 1,5 milhões de habitantes, nem um posto médico pediátrico nem uma maternidade!
Mas terá, de certeza uns milhares de candidatos a "garantirem" ao povo que se forem eleitos... tudo ficará ainda pior!
Haja Deus, porque o Demónio por aqui continua à solta!
 
Rio de Janeiro, 11 de Julho de 2008
 
 Francisco Gomes de Amorim

1 comentário

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2007
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2006
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2005
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D
  222. 2004
  223. J
  224. F
  225. M
  226. A
  227. M
  228. J
  229. J
  230. A
  231. S
  232. O
  233. N
  234. D