Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A bem da Nação

CURIOSIDADES QUASE OCULTAS DA HISTÓRIA

 

Nasceu cerca do ano 450 da era cristã em Faughart perto de Dundarlk naquela ilha a que então se chamava Ibérnia e morreu em Kildare no dia 25 de Fevereiro de 525. Foi enterrada em Downpatrick junto dos túmulos de São Patrício e de São Colombo. Todos eles são hoje os padroeiros da Irlanda.

Filha do chefe de Leinster e de Brocca, uma das escravas da corte ibérnia, Brígida foi baptizada por Patrício, o monge que viria a ser canonizado e professou em Croghan onde foi ensinada por Mel de Armagh, outro monge que também viria a subir aos altares.

Em 470 fundou o mosteiro de Cill-Dara (Kildare em língua inglesa) assim se tornando a primeira Abadessa da primeira comunidade monacal feminina em toda a Ibérnia. Ali fundou uma escola e iniciou a construção da Catedral. Vários milagres lhe são atribuídos nomeadamente aquele que se conta sobre a transformação da água em leite para dar a uma criança com fome e o de um barril de leite por ela enviado para um vilarejo próximo que não se esvaziou enquanto todas as crianças do local não estavam alimentadas. No final de saciadas as crianças, do mesmo barril passou a jorrar cerveja destinada aos adultos. Diz a tradição que as vacas de Brígida davam leite três vezes por dia a fim satisfazer as necessidades de todos os pobres dos arredores da Abadia. Por este tipo de razões, a arte litúrgica a representa habitualmente com uma vaca a seu lado.

Brígida demonstrou uma extraordinária vida religiosa, interminável compaixão e um grande vigor para espalhar a Fé.

Em Inglaterra existem 19 igrejas que lhe são dedicadas sendo a de Londres a mais importante; na Escócia há duas e vários locais de Gales têm o nome “Llansantaffraid” que significa “Igreja de Santa Brígida”; em Itália há igrejas de Santa Brígida em Piacenza e em Fiesole.

A sua túnica encontra-se no Santuário de São Donato, na Bélgica e um sapato está no Museu de Dublin mas em 1283 foi decidido que a sua cabeça fosse enviada para a Terra Santa. Disso se encarregaram três cavaleiros que transportaram o crânio da Santa com a maior solenidade.

Fazendo escala em Lisboa, não terão tido os modos convenientes a uma perfeita harmonia com as autoridades locais pelo que, entrando em conflito aberto, foram mortos no campo do Lumiar.

O crânio de Santa Brígida ficou como relíquia de grande veneração na capela ali existente e os três cavaleiros foram sepultados em nichos abertos na parede norte do templo.

A actual Igreja paroquial do Lumiar data de 1603, guarda a venerável relíquia e exibe na sua parede norte os três túmulos dos cavaleiros ibérnios que ali foram pelejar e morrer. O seu Orago é S. João Baptista. Porquê?

Foi durante o velório de pessoa amiga que descobri os túmulos e a lápide que os explica.

Lisboa, Março de 2008

Henrique Salles da Fonseca

 

BIBLIOGRAFIA:

 

http://www.santosdaigrejacatolica.com/

 

1 comentário

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2005
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2004
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D