Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A bem da Nação

KALIMERA – 6

 

NAVEGANDO…

Hidra-1.JPG

 Aportando a Hidra

 

Foi um dia inteiro a navegar aportando a três ilhas do arquipélago Argosarónico – Hidra, Poros e Egina – com «visitas de médico» a cada uma delas. Totalmente viradas para o turismo, têm actividade pesqueira mas nada a ver com agricultura. Nem sequer rudimentar. Em compensação, a água do mar está limpa (diria mesmo limpíssima) e isso significa que a questão dos efluentes está resolvida. Vi recolha de lixo mas não souberam (ou não quiseram) responder-me sobre que tratamento lhe dão. Também não perguntei o que fizeram às crianças. Devem estar todas em Atenas, presumo. Não vi escolas. Mas, em compensação, falaram da heroicidade das gentes dali no combate aos invasores durante a II Guerra Mundial. Um tiro aqui, um pedregulho despencado lá das alturas sobre uma ou outra patrulha estrangeira, refúgio de resistentes vindos do «main land», enfim, uma verdadeira guerrilha sem quartel como anos mais tarde Mao Tsé Tung plagiou. Mas se essa acção de desgaste do invasor não foi absolutamente determinante no resultado da guerra, ela foi isso mesmo: desgastante. E água mole em pedra dura… Então, a Alemanha perdeu mesmo a guerra.

 

E aquela gente toda tem um modo de vida apesar da crise que em 2014 varreu a Grécia. Poderão não estar todos ricos como Rockefeller mas vê-se conforto e é evidente que dormem muito mais tranquilamente que os magnatas dessa outra ilha, Manhattan.

 

As pequenas marinas de recreio assumem papel de relevo na paisagem e é certo que a economia local vive delas em parte importante.

 

Historicamente, apenas a batalha naval de Salamina (uma das ilhas que não visitámos), um ou outro erudito antigo que por ali viveu durante algum retiro e pouco mais.

 

Viagem turisticamente interessante mas a merecer guias mais empenhados do que os que nos calharam na rifa.

 

9 de Abril de 2018

Hidra 3.jpg

Henrique Salles da Fonseca

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2005
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2004
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D