Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A bem da Nação

TEORIA ECONÓMICA APLICADA

 

Circulação monetária.jpg

 

É um dia calmo numa pequena cidade da Irlanda. Está a chover e as ruas estão desertas. Os tempos são de crise, toda a gente deve dinheiro e vive a crédito. Chega à cidade um rico turista alemão, dirige-se ao único hotel e põe uma nota de 100 dólares[1] em cima do balcão, dizendo ao proprietário que deseja inspeccionar os quartos para escolher um para passar a noite.

 

O dono do hotel entrega-lhe as chaves de vários quartos e assim que o visitante sobe as escadas, o hoteleiro pega na nota de 100 dólares e vai à loja ao lado para pagar a sua dívida ao dono do talho. Este, pega na nota e corre rua abaixo para pagar o que deve ao Criador de porcos, seu fornecedor. Este, por sua vez, pega na mesma nota e vai a correr pagar a sua dívida ao fornecedor de rações. Este, pega nos 100 dólares e corre para pagar a sua conta no pub da terra. O dono do bar, discretamente, entrega a nota à prostituta que frequenta o bar que, também vivendo tempos difíceis, tinha sido obrigada a fazer uns “servicinhos” a crédito. Esta corre para o hotel e paga a conta do quarto que habitualmente utiliza.

 

O dono do hotel volta a colocar a nota de 100 dólares em cima do balcão quando, momentos depois, o turista alemão desce as escadas dizendo que os quartos que viu não lhe agradam, pelo que vai seguir viagem. Apanha a nota de 100 dólares e deixa a cidade.

 

* * *

 

Ninguém produziu nada, ninguém ganhou nada. Contudo, todos pagaram as suas dívidas e encaram o futuro com muito mais optimismo!

 

Eis a circulação monetária no seu melhor!

 

Autor Anónimo.png

 

(recebido por e-mail, Autor não identificado)

 

[1] Para evitar qualquer conflito cambial, podem substituir dólares por euros, ienes, rublos ou yuans.

MAIS UM LUSODESCENDENTE

 

 OS PORTUGUESES NO MUNDO

 

“Em todas as partes do mundo por onde andei, ao ver uma ponte perguntei quem a tinha feito, respondiam «os portugueses»; ao ver uma estrada fazia a mesma pergunta e respondiam: «os portugueses». Ao ver uma igreja ou uma fortaleza, sempre a mesma resposta: «portugueses, portugueses, portugueses».

Desejava pois que, da acção francesa em Marrocos, daqui a séculos, fosse possível dizer o mesmo dos franceses...”

Marechal Lyautey.png

Marechal Lyautey*

In http://lusosucessos.blogspot.com/

 

*Louis Hubert Gonzalves Lyautey (17 Novembre 1854 à Nancy - 27 Juillet 1934 à Thorey) est un militaire français, officier pendant les guerres coloniales, Résident Général au Protectorat français du Maroc en 1912, Ministre de la Guerre lors de la Première Guerre Mondiale, puis Maréchal de France en 1921, académicien et Président d'honneur des Scouts de France. Sa devise, empruntée au poète anglais Percy Bysshe Shelley, est restée célèbre : «La joie de l'âme est dans l'action».

(Wikipédia)

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2005
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2004
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D