Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A bem da Nação

FAIAL

 

MADUFA-FAIAL.jpg

 

 

Esta é a Ilha Azul, o Faial (Açores), a terra onde eu nasci. Aqui as vacas pastam em canteiros de hortênsias, como disse uma turista americana!

 

Do Faial e de outras Ilhas açorianas vieram alguns antepassados de... Getulio Vargas, João Goulart, Carlos Lacerda, Eurico Gaspar Dutra, BENTO GONÇALVES da Silva, Francisco Pereira de Macedo, Anita Garibaldi, JULIO PRESTES de Castilho, José António FLORES DA CUNHA, Fafá de Belém, Lilian Cabral, Katty Perry (Pereira), Joe Perry (Pereira), Nelly Furtado, Tom Hanks, Daniella Steel (escritora), Craig Mello (Nobel de Medicina/1996), Filipe de Oliveira Batista (director criativo de LACOSTE),…

 

A lista é grande para ilhas tão pequenas…

Maria Eduarda Fagundes

Maria Eduarda Fagundes

SANTA TERESA DE CALCUTÁ

madre-teresa-de-calcuta.jpg

 Se não pode alimentar 100, alimente só um”

Santa Teresa de Calcutá

 

 

 

No dia 4 de Setembro o Papa Francisco canonizou a Madre Teresa de Calcutá, em Roma. Falecida em 5 de Setembro de 1997, deixou uma marca indelével na Índia e em todo o mundo. Pouco compreendida no começo da sua actividade caritativa, a sua determinação fez saltar todas as barreiras, acabando por ser a pessoa mais amada e admirada, entre os pobres e abandonados, mas também entre os ricos.

À boa maneira Indiana, a canonização foi precedida de um festival de cinema, Mother Teresa International Film Festival, que teve lugar em Calcutá, de 26 a 29 de agosto, sobre a vida e feitos da Madre Teresa. Apresentaram-se 23 longas metragens procedentes dos Estados Unidos, França, Reino Unido, Espanha, Itália, Canada, Japão e Índia. A já proverbial produção cinematográfica indiana trouxe 7 filmes e o festival abriu-se com o documentário americano “Mother Teresa”. Está previsto que o festival viaje pela Índia toda e por outros diferentes países.

O impacte da vida e dos feitos da Madre Teresa não deixam ninguém indiferente. O esforço por ajudar a dar uma morte digna aos abandonados e sem meios, tem profundas ressonâncias em qualquer pessoa de bem.

Com frequência vem à mente a pergunta: Porque são tão pobres alguns dos países da África, Ásia, América Latina, enquanto outros são demasiado ricos? O que ou quem os fez pobres? Mas a Madre Teresa nunca se importou com tal: constatou a miséria e pôs mãos á obra, fazendo o pouco que no início estava ao seu alcance. Hoje é uma presença luminosa da sua Fé e do seu amor pelos mais humildes e sofredores.

Ensinou com o seu sorriso e palavra algo que sempre viveu: amar os outros, qualquer que seja a sua condição: “Encaremos os outros com sorriso, porque o sorriso é o começo do amor”; “nunca saberemos todo o bem que um simples sorriso pode fazer”; “espalhe amor. Não deixe ninguém vir a si sem o tornar mais feliz”, disse ela.

Deixou claro que não era uma trabalhadora social, nem médica, nem enfermeira, mas que estava consagrada a Deus, e, por isso, procurando resolver muitas das carências da sociedade. Afirmou: “as palavras que não dão a luz de Cristo aumentam a escuridão”.

 

Sempre se opôs ao aborto e repetiu esta ideia: “Tudo quanto destrói a dádiva Divina da maternidade, destrói a Sua mais preciosa dádiva à mulher: a sua capacidade de amar como mãe".

 

Integram as celebrações uma Missa de Acção de Graças, no dia 2 de Outubro (aniversário de Mahatma Gandhi), no Estádio Netaji, em Calcutá, a que assistirá o Vice Presidente da República Hamid Ansari. Seguir-se-á um programa cívico alusivo.

O Governo de West Bengal (capital em Calcutá) organizou também uma homenagem no dia 4 de Novembro. Será inaugurada uma estátua de bronze em tamanho natural, na Residência Espiscopal de Calcutá.

Nascida na Albânia em 26 de Agosto de 1910, entrou para a congregação das Irmãs do Loreto aos 17 anos; seguiu depois para a Índia, Calcutá, e quando se recuperava de uma doença recebeu o que ela chamou ‘um mandato’ de Deus para deixar o Convento e viver entre os pobres. Começou, assim, a ensinar crianças pobres e a tratar de doentes nas suas casas. Logo depois algumas das suas antigas alunas juntaram-se-lhe e em conjunto recolheram homens, mulheres e crianças abandonados que morriam nas valetas de Calcutá. Teria tido naturalmente a dúvida de se valia a pena fazer algo perante um problema tão devastador que tinha pela frente. Deve tê-la norteado o que veio a ser uma máxima sua: “Se não pode alimentar 100, alimente só 1”. E depois se descobrem meios para ampliar o alcance, até chegar a muitos.

Em 1950 fundou as Missionárias da Caridade, como uma Congregação diocesana. Hoje estão presentes em quase todo o mundo livre. A Madre Teresa faleceu em 1997, com 87 anos. Foi beatificada pelo papa João Paulo II em 19 de Outubro de 2003.

 

Eugenio Viassa Monteiro.jpg

Eugénio Viassa Monteiro

Professor da AESE-Business School e Dirigente da AAPI- Associação de Amizade Portugal-Índia

 

Também publicado no «Público»

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2005
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2004
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D