Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A bem da Nação

COISAS QUE POUCOS SABEM

Elmo de D. Sabastião.jpg

O elmo de D. Sebastião regressou a Portugal no início de 2011

 

O préstito fúnebre que acompanhou o corpo do Rei D. Sebastião de Faro até ao Mosteiro dos Jerónimos, em Lisboa, sob a direcção do vedor Francisco Barreto de Lima, era composto pelos seguintes fidalgos nomeados por Filipe I:

  • D. Diogo da Silva
  • D. Francisco de Castelo Branco
  • Henrique Correia da Silva
  • Jerónimo Moniz de Luzinhano
  • D. João de Castro
  • D. Lourenço de Almada
  • D. Lucas de Portugal
  • Ruy Lourenço de Távora

 

Resta agora saber se o corpo transportado e homenageado era efectivamente o do jovem Rei D. Sebastião ou se tudo não passou duma fantochada para justificar a subida de Filipe II de Espanha ao trono de Portugal.

 

Seria interessante averiguarmos se é mesmo o corpo do Rei que está no túmulo, se é o cadáver de outra pessoa, o de algum animal de peso equivalente ou apenas entulho. 

 

Não que assim possamos mudar a História mas apenas aquilatarmos de como podemos ou não acreditar no que nos contam na Escola quando somos petizes.

 

Viena, DEZ13.jpg

 Henrique Salles da Fonseca

(em Viena, Áustria, Dezembro de 2013)

AS COISAS QUE SE DIZEM...

 

 

 

Em Portugal, a emigração não é, como em toda a parte, a transbordação de uma população que sobra, mas a fuga de uma população que sofre.

 

Eça de Queiroz.jpg

Eça de Queiroz in “As Farpas”

 

 

Fiquei assim a saber que no século XIX as pessoas emigravam porque sobravam. Terá por certo sido o caso dos irlandeses rumo à América com o pretexto de que as batatas do Ohio tinham um paladar diferente das do Ulster; o caso dos italianos rumo à Argentina porque preferiam o tango à ópera; o dos franceses rumo ao Norte de África porque lhes terão dito que o ar seco fazia bem à pele; foi provavelmente o caso dos ingleses rumo à Austrália porque preferiam os pulos dos cangurus à quietude das masmorras reais; já tinha certamente sido o caso dos suecos rumo ao Meridião porque queriam experimentar a eficácia das velas dos drakkars; havia judeus a mais na Palestina e foi por isso que tiveram que optar pela diáspora...

 

Estou sempre a aprender. Deo gratias!

 

Bombaim-2008.JPG

Henrique Salles da Fonseca

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2005
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2004
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D