Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A bem da Nação

AMAZÓNIA – 2

 

 

Amazonrivermap_svg.png

 

Todos sempre ouvimos dizer que o rio Amazonas nasce nos Andes peruanos e que é o mais comprido em todo o mundo no seu longo percurso até ao Atlântico, ali não muito longe do Equador.

 

Mas na vertente onomástica não é assim: nasce nos Andes, sim, onde lhe chamam Ucayali sendo que à entrada no Brasil lhe mudam o nome para Solimões assim se mantendo até que, lá bem à frente, na zona de Manaus, se encontra com o rio Negro e só então e conjuntamente, assumem o nome de Amazonas numa amizade que se prolonga por cerca de 1800 quilómetros sem deixarem de unir esforços para vencerem a Pororoca não muito longe da foz.

 

Mas a verdade geográfica é a de que aquele curso de água é, de facto, o mais comprido do mundo. E tem ainda mais: há poucos anos descobriu-se que a verdadeira nascente é uns tantos quilómetros mais a montante do que se considerava até então pelo que o recorde mundial, se já era muito grande, aumentou ainda mais para uns impressionantes 7.025 kms desde a nascente até à foz (o Nilo tem 6.671 kms e o Mississipi 6.270 kms).

 

Só que não nos podemos referir apenas ao comprimento e devemos comparar também os caudais. Assim, o Amazonas tem um caudal médio de 209.000 m3/segundo, o Mississipi 18.000 m3/segundo e o Nilo tem uns «modestos» 2.830 m3/segundo. Para nós, lisboetas, termos uma ideia mais concreta, fiquemo-nos com a informação de que o nosso Tejo tem um caudal médio de 444 m3/segundo. Todos eles medidos na respectiva foz e, de acordo com a Wikipédia, com recurso à mesma técnica de medição.

 

Compreendemos deste modo por que razão os primeiros navegadores do Amazonas julgavam estar perante um braço de mar que entrava pela terra dentro. Foi preciso verificarem a salinidade para se deixarem de ilusões e terem que reconhecer que nunca tinham imaginado coisa assim.

 

A cena em que o avião nos poisou em Manaus tem, pois, uma dimensão que classifico de “mega” nas três dimensões em que habitualmente nos movemos mas também a quarta dimensão, a do tempo, tem algumas particularidades interessantes. E aí está a velocidade média das águas alcalinas do Solimões a ser registada na ordem dos 10 kms/hora assim transportando muitos materiais que não têm tempo de se sedimentarem e dando ao rio a cor barrenta opaca que o caracteriza enquanto as águas ácidas do Negro se deslocam apenas a cerca de 2 kms/hora assim deixando afundar tudo o que lá caia e dando ao rio uma aparência negra pela decomposição desses materiais lá no fundo. Eis como, conjugando as questões dos Ph’s, das velocidades e dos materiais em suspensão, se nos apresenta um espectáculo digno de nota na confluência desses dois prodígios da Natureza, o Solimões e o Negro, com as respectivas águas a não se misturarem e a correrem paralelas durante quilómetros e quilómetros Amazonas a baixo.

encontro-das-aguas-rio-negro-amazonas-foto-jplima-

 

 

Pororoca.png

 

E o que é a Pororoca que referi lá a trás? Pois é o resultado do confronto das águas do Amazonas com as do Atlântico assumindo a forma de uma onda que se desloca rio acima até por aí além... incitando muitos aventureiros a surfarem-na ao longo dos cerca de 50 kms que ela percorre e muitos barqueiros a evitarem-na porque ela não é uma onda vulgar, é semelhante a um tsunami que chega a ter 6 metros de altura e se desloca a uma velocidade de 30 kms/hora lançando o pandemónio nas margens que derruba.

 

Mas eu não fui meter-me com ela, deixei-a para os aventureiros e para as vítimas porque continuo a achar que com o mar não se brinca, porque não sendo propriamente sossegado também não sou surfista e sobretudo porque não tenho vocação de vítima.

 

Acho que o Amazonas tem aspectos mais benignos do que a Pororoca e desses contarei mais lá mais para a frente...

 

Até logo!

 

(continua)

 

Março de 2016

 

Chefe índio 2.JPG

Henrique Salles da Fonseca

A ZIKA E A GRANDE ZICA

 

Zika.jpg

 

Zika é um vírus e, como tal, mais um desconhecido das ciências médicas, aqui, em toda a parte e até na Moita.

 

Zica é uma gíria brasileira que significa algo ruim, uma confusão, um desentendimento ou um problema. A expressão tem diversos outros significados, de acordo com a região do Brasil em que é empregada.

 

Zica significa, na gíria, uma maldição, um momento de baixo astral, pode ser também um mau presságio, um mau agouro. Quando uma pessoa é enrolada ou azarada, costuma-se dizer que é uma "zicada ".

 

Saiu à rua, complicou-se, não encontrou o que queria, apanhou chuva, entrou num engarrafamento, quebrou os óculos, chegou a casa e faltou a luz, etc., “foi uma grande zica”!

 

Agora por aqui estamos com duas “zicas”, esta do azar, e a do vírus “Zika”.

Nesta família três já foram zikados – eu entre eles – e devo dizer que, se não parece grave, é chato p’ra caramba! Corpo todo empipocado, comichão a ter que amarrar as mãos para não coçar, depois quando se pensa que está a passar vem a “sessão” das dores no corpo, relativamente suportadas e ao fim de uns oito dias – dizem – o vírus que nos zicou, ele mesmo se zica!

 

E assim estarão, no país, largos milhares de pessoas. Felizmente nem eu nem dois filhos zicados estamos grávidos! E depois também alimentamos a esperança que estes “8 dias” passem rapidinho. Apanhámos na Semana Santa... mas houve quem passasse muito pior nesta Santa semana!

 

Aguentemos.

 

Mas a grande, GRANDE ZICA, a super zica, não está com cara de passar numa semana, nem em muitos meses.

 

Num país que tinha menos de 5% de desemprego está com 9,6%, o que corresponde a mais de 9.500.000 de desempregados, sem esperança de voltar a trabalhar enquanto a GRANDE ZICA não se resolver.

 

Onde o governo do Estado do Rio de Janeiro tem uma despesa com funcionários que atinge 110% das receitas.

 

Onde a dívida da SERPRO (Serviço Federal de Processamento de Dados) para com as duas empresas que fazem a segurança cibernética se acumula desde... desde... chega a R$ 225 milhões! IBM, Oracle, e pelo menos mais 70 fornecedores, coloca em risco o ataque de hackers e até a paralisação do sistema!

 

Onde os homicídios dolosos, em 2015, bateram o recorde: 59.000 em todo o país! E ainda falam da Síria, Iraque, Sudão, etc. Se o Atlântico não fosse tão largo já estaríamos a desembarcar no Algarve!

 

Aqui há uns anos inventaram o dia de Zumbi, um “herói” de quem muito já escrevi, que morreu de pelo menos três maneiras de acordo com a lenda – porque tudo é lenda; pois agora a assembleia legislativa do Rio de Janeiro inventou outra lenda: a mulher do Zumbi!!! Não bastava uma lenda, vem mais outra, e desta vez com saber agridoce: a “esposa” do Zumbi (se existiu como parece, chefe dum quilombo deveria ter, no barato, meia dúzia de “amantíssimas esposas” - ter-se-á chamado Dandada, o que não consta em literalmente nenhum documento histórico, foi também uma heroína: combateu em 1694, ferozmente, ao lado do amado esposo contra o governo pernambucano. O que mais gosto é do requinte da data! Só não se sabe em que dia da semana e qual horário!

 

Uma deslavadíssima MENTIRA, para inventarem mais um feriado, e procurarem mais uns votitos: “O dia da mulher negra”.

 

É assim que o Brasil vai vivendo as suas zicas, um feriado disto, outro daquilo, mas educação, saúde, segurança, economia, desenvolvimento, tudo isso é de somenos importância.

 

Chegamos finalmente à apoteose ZICANTE: a vergonha que vai pelo país, todos parecendo apavorados com o impeachment da madama e, o mais catastrófico, o regresso do sapo barbudo ao abrigo dum ministério.

 

Se o cara, por azar dos azares, lá chegar, a zica vai ser braba. O mais esperto, hábil e corrupto presidente que o país já teve, com centenas de milhares de seguidores que querem continuar a mamar na teta da res publica, vão lutar com todo os meios ao seu alcance para derrubarem a Lava-Jato, cilindrar o Judiciário e perpetuarem-se no chafurdar da corrupção.

 

Quem soube “prever” o que o “cefalópode” irá fazer como ministro, se... for, foi o jornalista e escritor que escreveu em “O Globo”:

 

Carlos Eduardo Novaes.jpg

CARLOS EDUARDO NOVAES

 

Quer dizer então que o ex-presidente Lu­la quer voltar de mala e cuia ao Planalto para ser o novo chefe da Casa Civil da sua ex-chefe da Casa Civil, agora Presidente. Em tese, apenas uma troca de posições ainda que - se suspeita - o ex-presidente volte para ser o presidente enquanto a presidente se­rá a chefe da Casa Civil de sua própria Presidên­cia.

São muitas as atribuições do chefe da Casa Ci­vil - li no site oficial -, mas me parece que Lula está se lixando para elas. Ele tem muitas outras tarefas a cumprir. Listo algumas abaixo:

1- Fazer articulações políticas com 300 picaretas (ou seus parentes e sucessores) que, se­gundo ele, povoavam o Congresso Nacional em 1993;

2 - Correr atrás de 171 votos na Câmara dos Deputados para evitar que o impeachment de Dilma siga para o Senado;

3 - Conseguir que 41 senadores (metade mais um) votem contra o impeachment para evitar que o processo siga para o STF;

4 - Telefonar para alguns ministros do STF lembrando que foi ele. Lula, quem os indicou para a mais alta corte do país;

5 - Ajudar a Justiça a enfiar os processos no... vocês sabem onde;

6 - Convencer o novo ministro da Justiça, Eugénio Aragão, a substituir a chefia da Polícia Fe­deral;

7 - Procurar um meio de retirar a Operação Lava-Jato das mãos do juiz Sérgio Moro;

8 - Provar que o Supremo é uma corte acovardada, como já declarou em alto e bom som;

9 - Estudar um meio de acabar com a Operação Lava-Jato;

10 - Tirar uma foto (sorrindo) com o japonês da Federal;

11 - Se declarar vítima da imprensa, da opo­sição, do Judiciário, da Polícia Federal, do Mi­nistério Público e do Delcídio Amaral;

12 - Visitar seu amigão Marcelo Odebrecht na cadeia e anunciar sua inocência;

13 - Trocar o Procurador-geral da República;

14 - Mostrar à opinião púbica que o PT não tem nada a ver com a corrupção que inundou a Petrobrás e outras estatais;

15 - Vociferar contra o Ministério Público e acusar seus procuradores de não entenderem nada do que está se passando no país;

16 - Juntar os cacos do seu partido;

l7 - Exigir de Dilma a revogação da Lei 12.850 de 2013, que trata da delação premiada;

18 - Forçar o ministro da Fazenda e o presi­dente do Banco Central (que Dilma disse "esta­rem mais dentro do Governo do que nunca") a pedirem demissão;

19 - Jogar para o alto todas às medidas propostas por Dilma que tiram votos (reforma da Previdência, entre elas) e abrir o cofre das reservas internacionais (US$ 372 bi);

20 - Ordenar a Dilma que não diga nada, não faça nada sem lhe consultar antes;

21 - Proibir no Planalto fofocas e comentári­os sobre o tríplex e o sítio (incluindo pedalinhos);

22 - Jurar de pés juntos que as milionárias doações para as campanhas do PT (e aliados) de 2010 e 2014 foram feitas dentro da lei;

23 - Transferir as investigações da PF para, digamos, o Corpo de Bombeiros;

24 - Salvar a própria pele.

OBS: Sugiro aos leitores que recortem esta lis­ta, preguem-na na parede e vão ticando nas ta­refas à medida que forem cumpridas.

(Carlos Eduardo Novaes é escritor)

 

Como estão a ver o Brasil está todo zicado, e esta GRANDE ZICA ainda vai continuar a destruir o que existe, até que se consiga cortar a cabeça da hidra, i. é, da... jararaca!

 

25/03/2016

 

FGA-2OUT15.jpg

Francisco Gomes de Amorim

 

P.S.- 28/ Março: os familiares zicados estão quase deszicados. Da mais benigna, é evidente.

 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2005
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2004
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D