Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A bem da Nação

OS DO MEIO

 

 

A educação começa em casa”, diziam os antigos quando as crianças se comportavam mal. Quando a questão é educar ou colocar limites, definir-se entre o que é certo ou errado, colocar-se no meio é posição duvidosa, perigosa, moralmente equivocada.

 

Conheci uma sábia senhora, professora e diretora de Escola Primária, que dizia:

“Para meus alunos respondo a seus pedidos quase sempre sim, porém os meus nãos são definitivos e irrevogáveis”.  Formar caráteres, crianças com bons princípios, é o processo educacional mais difícil que existe, exige da parte do educador cabedais (moral, intelectual e cultural), acreditar no que diz e persistir para ter resultados.

 

Hoje os pais, eles mesmos, precisam ser educados. Quanta vez vê-se educação pela metade ou proibição parcial levando a criança à indecisão no que é certo ou errado.  Como no exemplo do pai que proíbe o filho menor e não habilitado de dirigir, mas que cede ao insistente pedido de colocar o carro na garagem ou de dar uma volta no quarteirão, onde não há perigo de encontrar um guarda.  Cedendo ao pedido, o pai ensina ao jovem que todo o não tem meio valor ou que toda a proibição tem um senão, que para tudo se dá um jeito, mesmo que seja burlando a ética ou desrespeitando as leis instituídas. 

 

Essas posições do meio abrem as portas para as irregularidades. Facilitam a vida daqueles “espertos”, que passam a ver quem respeita as leis como um otário. A visão particular das coisas, com a interpretação distorcida da lei, de acordo com seus interesses e vontades, passa a fazer parte da atitude dessas pessoas. Em geral elas tratam as situações com ares de cinismo e zombaria, como no caso do ex-prefeito de Nova York, o político David Dinks, que disse num tribunal “Eu não cometi nenhum crime. Eu só desobedeci à lei”.

 

Recém-chegado da Europa, um amigo relatou com admiração o respeito às leis e a educação que ele observou na população alemã. Na rua, à noite, as pessoas andam sem medo e aguardam o sinal abrir para depois atravessar a via, mesmo sem nenhum carro à vista, coisa que para um brasileiro é um espanto ou uma situação inconcebível.

.

Pessoas confiáveis e moralmente respeitáveis recebem desde pequenas bons ensinamentos e aprendem o valor da disciplina. É como na academia de ginástica, quando se quer desenvolver a força física, é preciso exercício e persistência. Nesses casos não há meio termo ou meio caminho.

 

Maria Eduarda Fagundes

Uberaba 15/05/07

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2005
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2004
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D