Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A bem da Nação

CRÓNICAS DO BRASIL

O  JOELHO  E  O  ANEL

 

Usando um pouco o auxiliar dos burros, o dicionário, encontramos alguns significados curiosos:

- Mangabeira:­ árvore da família das apocináceas (Hancornia speciosa) que produz um fruto comestível e um látex para fabricação de borracha;

- Espírito de porco: um resumo dos vários significados encontrados, define aquele que tudo faz para que dê errado qualquer iniciativa dos outros; talvez um invejoso, sem caráter, etc.

- Vira-casaca: precisa de explicação?

- Ajoelhar-se: entre muitas, a que melhor serve parece ser a humilhar-se.

E aqui já podemos contar a história, largamente divulgada e comentada por todos os órgãos de informação, mas nunca por demais.

Em 2005 um ilustre (?) filósofo e prof em Harvard, há anos batalhando para, conforme um dos articulistas de "O Globo", se transformar no Rasputine cá do pedaço, afirmou, ex havardian catedra, não só através do seu site na Internet, onde escreve com frequência, apresentando dogmáticas soluções para todos os problemas do país, que o governo Lula era o mais corrupto de toda a história do Brasil, conclamando o Congresso a iniciar, imediatamente, o processo de impeachment.

Como habitualmente ninguém se interessou pelo vociferar do famigerado prof. Hancornia, perdão, Mangabeira, e o caso, não esquecido, ficou pelo menos arquivado.

Nem dois anos se passam e o espírito de porco da Hancornia Speciosa (que produz um látex elástico!) de repente vira a casaca, retira do seu site a condenação ali expressa e corre a beijar o anel do nosso cibernético* grande líder, que lhe propusera o ministério das ações futuras! (Ninguém sabe que ministério será este, mas também ninguém se preocupa com isso. É somente o 36° ministro deste governo!)

Ad gloriam sua ajoelha-se perante quem lhe oferece um brinquedo, e aceita fazer parte do governo mais corrupto que o Brasil já teve em toda a sua história.

Comentar? Vale a pena?

Talvez só lembrar algumas passagens do pensamento de Lao Tse, de há mais de 2.500 anos:

Não há pecado maior do que o excesso de ganância.

Não há pecado maior do que querer sempre mais.

Não há maior calamidade do que a mania do sucesso

 

* Atenção à etimologia!

 

Rio de Janeiro, 4 de Maio de 2007

Francisco Gomes de Amorim


1 comentário

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2007
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2006
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2005
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D
  222. 2004
  223. J
  224. F
  225. M
  226. A
  227. M
  228. J
  229. J
  230. A
  231. S
  232. O
  233. N
  234. D