Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A bem da Nação

CRÓNICAS DO BRASIL

A  NOVA  ERA

Pronto! A partir de agora vamos deixar de ouvir aquela frase chave, que o nosso grande líder usou para inculpar tudo quanto de ruim o seu governo (não) fez: “A herança maldita!” Ele acaba de herdar mais quatro anos para dar seguimento (Deus permita que não dê!) à SUA presidência! Agora quem vai mandar, diz o dito, é ele. Não admira muito porque, de facto, até agora ele fez tudo menos mandar. Mas... por estas bandas está tudo tranquilo. Tudo? Bem... algumas áreas.

O “pau continua a comer”, guerra de gangs/tráfico contra milícias/polícia, morre um monte de gente que nada tem a ver nem com uns nem com os outros e, os grandes líderes... mudos e quedos que nem penedos, quando muito afirmando que está tudo sob controlo. Controlo... dos terroristas. O trivial em todo o mundo: Iraque, Al Qaeda, ETA, eta-cétera.

Mas de qualquer modo entramos amanhã na era da promissão. Já aqui foi terra de promissão e futuro, mas ficou tudo isso para... o futuro.

O PT não apoia mais o Presidente, quem já tem cabelos brancos não pode ser de esquerda (porque será atrasado mental), os juízes e a classe dos eleitos (pelo povo e por eles mesmos) dobram seus proventos, o chefe da polícia civil do Rio mancomunado com os traficantes desde há vários anos não é preso porque foi eleito deputado e o fim de ano está aí com festas e foguetes para festejar... a promissão da nova era!

Nesta república fluminense a nobreza que sai do (des)governo não vai poder continuar a roubar por esse lado (os nomes da garotona governatriz e seu amantíssimo esposo, ex-dito, com os delicados nomes de “princesa” e “príncipe” (quanta delicadeza na ladroagem!) encabeçam a listas dos pagamentos “voluntários” que os traficantes faziam semanalmente – através do tal chefe da polícia civil – e a população...

O governo ainda não anunciou a nova lista de ministros, contra ministros, presidentes de empresas públicas e outros cargos para se milionarem e a população (ou povo?) olha. Aguarda. Com a sua proverbial sensibilidade e alegria, vota nas urnas, porque é obrigatório, e na Senhora da Aparecida com o coração, mesmo que adeptos de outras religiões ou cultos.

Por aqui não há tsunamis, terramotos nem vulcões, o nível do oceano ainda vai demorar muito a subir e engolir uma parte da costa. Então vamo-nos preocupar com o quê?

Promessas eleitoreiras.... hiiiii.... tem de montão. Vamos tentar conferir.

Adeus Ano Velho. Que Deus abençoe, sempre, e não só em 2007, os homens de boa vontade.

Aos outros... Deus lhes perdoe. Eu não sou tão bom assim.

 

Rio de Janeiro, 31 de Dezembro de 2006

0002f6e4

(autoretrato)

Francisco Gomes de Amorim

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2007
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2006
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2005
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D
  222. 2004
  223. J
  224. F
  225. M
  226. A
  227. M
  228. J
  229. J
  230. A
  231. S
  232. O
  233. N
  234. D