Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A bem da Nação

CRÓNICA DO BRASIL

By the people, to the people

 

Estão a terminar os primeiros quatro anos de governo "popular" e vamos continuar na mesmice. Na mesma mentira.

Durante este tempo assistiu-se, além da roubalheira e corrupção desenfreadas, ao choro da "herança maldita" (por que tanto lutaram!) e a um enriquecimento inédito dos bancos e investidores na bolsa. (by the people!)

Os juros básicos têm vindo a cair, devagar, devagar - malembe, malembe (atenção à cultura africana!) - mas ainda não sobra coisa alguma para investimentos em infraestruturas porque o custo do juro da dívida interna, que já ultrapassa um trilhão - um trilhão de reais, igual a quatrocentos milhões de euros! - come o que sobra das receitas da União e dos estados!

Continuamos com a taxa de juros mais alta do mundo, o que favorece unicamente a alta finança. Custa a acreditar, mas os últimos valores divulgados pelo Banco do Brasil sobre as taxas médias anuais de juros cobradas pelos bancos são estas enormidades:

Crédito pessoal   -    80 %

Cheque especial  -  156 %

Cartão de crédito -  200 %

to the people

Proliferam por todas as esquinas de todos os bairros "financeiras" a oferecer dinheiro a aposentados, com a garantia de receberem da Segurança Social, a militares, e semelhantes. Uma dúzia de jovens nas redondezas dessas "financeiras" procura atrair os incautos para que levantem dinheiro. Fácil. Esses jovens também ganham uma miséria, uma comissão sobre o valor emprestado e, logo, logo o devedor fica engasgado sem meios para solver um compromisso ignorantemente assumido.

O juro é muito alto e as financeiras NUNCA perdem, mesmo que um ou outro miserável acabe inadimplente.

A isto por aqui se chama democracia. O nome certo seria plutocracia. Violência. Sem vergonhice, mas jamais governo. Desgoverno, sim.

E o people ?  Que bicho é esse de people ?

Rio de Janeiro, 29 de Outubro de  2006

Francisco Gomes de Amorim

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2006
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2005
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2004
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D