Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A bem da Nação

ENSAIO SOBRE RELIGIÃO – 21

 

- T -

 

 Tabernáculo  – Do lat. tabernaculum,  tenda, pequena habitação desmontável dos povos nómadas, santuário portátil onde foi guardada a Arca da Aliança, no Templo de Jerusalém. Nas sinagogas o tabernáculo, ou “arca santa” é a casa de Javé, onde se guardam os rolos da Torá. A festa dos Tabernáculos é uma das grandes festas do judaísmo.

 

Talismã  – Do árabe telesman, “figuras mágicas”, do gr. telesma, “rito”, objecto considerado como tendo um poder sobrenatural.

 

Talmud  – Do hebreu, “estudo”, vasta obra complementando a Bíblia, adaptação da Lei de Moisés aos tempos modernos. Elaborada lentamente nas escolas da Babilónia e Jerusalém, a sua redacção, com todos os comentários, durou mais e setecentos anos, transmitida oralmente, e foi fixado no séc. XII por Maimonides, que dele fez um resumo.

 

Tammouz  – Deus babilónio da vegetação, Adonis, na Grécia, o seu culto era associado a Ishtar.

 

Tanit  – Grande deusa de Cartágo, Astarte púnica, chamada Nutrix,  deusa da fecundidade, teve seu templo em Roma.

 

Tantra  – Do sânsc. “trama, uso”, na Índia livros de doutrina, crenças, ritos, símbolos e práticas mágicas.

 

Tantrismo  – Forma religiosa sincrética, saída dum conjunto de doutrinas tiradas do Tantra.

 

Taoismo  – De Tao, “caminho”, sistema filosófico e religioso dos chineses, atribuído a Lao-Tsé no séc. VI.

 

Tãrã  – Deusa do budismo tântrico. No Tibete são ambivalentes, terríveis, de cor amarela ou azul, ou bondosas, de cor verde ou branca.

 

Taurobolo  – Culto de Mithra, sacrifício oferecido a Cibeles e Adonis. Quando o sacrifício era de um touro chamavam tauróbolo, de um carneiro crióbolo e de una cabra egóbolo. Uma inscrição encontrada em Lyon em 1705 sobre o monte de Fourvières, faz menção de um tauróbolo célebre no tempo, de Antonio Pío, 360 a.C.

 

Teismo  – Do gr. theos, “deus”, crença em Deus mais como um deus pessoal, opondo-se do deísmo que nega a sua acção, e ao ateísmo que nega a Sua existência.

 

Templários  – Ordem dos Cavaleiros do Templo, ou “Ordem dos Pobres Cavaleiros do Templo”, fundada por Hugues de Payn e Godofredo de Saint Omer em 1119, em Jerusalém, para a defesa dos lugares santos e dos peregrinos.

 

Teofania  – Do gr. theos, “deus” e phainein, “aparição, manifestação aparente de um deus sobre a terra”. No Egipto e na Grécia antiga menciona-se muitas vezes e mesmo nas religiões do Oriente. Na Bíblia, Jeová aparece a Moisés e no cristianismo, a Epifania e a Transfiguração são teofanias.

 

Teofilantropia  – Movimento deísta, fundado sobre o amor de Deus e dos homens, que teve sucesso entre 1797 e 1801.

 

Teogonia  – Do gr. theos, “deus” e gonos, “geração”, descrição dos nascimento dos deuses nos cultos politeistas.

 

Teologia  – Do gr. theos, “deus” e logos, “discurso, palavra, inteligência”, ciência das coisas divinas, da relação de Deus com o Universo.

 

Teosofia  – Do gr. theos, “deus” e sophia, “sabedoria”, sistema religioso sobre o desejo do conhecimento divino, a iluminação do indivíduo e a penetração nos mistérios, utilizando ciências ocultas.

 

Terolatria  – Culto dos animais.

 

Testemunhas de Jeová  – Denominação cristã duma seita fundado por Charles Russell nos EUA,  espalhada em 239 países.  Conhecida pelo seu trabalho regular e persistente de evangelização de casa em casa e nas ruas e pelo seu uso particular da Bíblia, que suscita polémicas. Adoram exclusivamente a Deus, cujo nome restaurado por pesquisa dos textos em hebraico é Jeová, e são seguidores de Jesus.

 

Théatinos - Ordem de Clero Regular – C.R. formam uma ordem religiosa católica de padres regulares fundada em Roma em 1524 por São Caetano de Thiene – 1480-1547 – e Pedro Carafa bispo de Chieti  (Theate em lat.), futuro papa Paulo IV, para uma melhor formação do clero. Ordenados padres foram a Roma pregar e ensinar e o papa Paulo III aprovou a “Constituição” da ordem, que se caracteriza pela severidade do recrutamento e seu carácter intelectual.

 

Thor  – Deus da tríade escandinava, filho de Odin, deus dos trovões e relâmpagos perseguia os gigantes.

 

Thot  – Deus egípcio lunar, com cabeça de íbis, tornou-se o grande deus da sabedoria.

 

Tiamat  – Deusa da Babilónia, no caos primordial, Tiamat é a má, criadora de monstros.

 

Tlaloc- Deus da chuva nos aztecas.

 

Totemismo  – Sistema de carácter religioso comum a numerosas tribos da Oceânia, África e América, organizando as tribos dotadas cada uma com seu totem.

 

Tulasi  – Planta sagrada na Índia que recebe, ela, um culto, porque cura doenças e apaga os pecados.

 

(continua)

 

Dezembro de 2013

 

 Francisco Gomes de Amorim

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2007
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2006
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2005
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D
  222. 2004
  223. J
  224. F
  225. M
  226. A
  227. M
  228. J
  229. J
  230. A
  231. S
  232. O
  233. N
  234. D