Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A bem da Nação

ENSAIO SOBRE RELIGIÃO - 2

- A –

 

File:From Abhisheka To Panchamrutha.jpg

 

Abhiseka  – Cerimónia de unção dos ídolos, na Índia.

 

Adoptianismo  – Apareceu no séc. II com Teodoro de Bizâncio; é uma doutrina religiosa segundo a qual Jesus só seria filho de Deus por adopção, e após o baptismo no rio Jordão por João Batista.

 

Adventistas  – Membros de uma seita protestante fundada nos EUA em 1831 por William Miller, e que garantia da segunda vinda do Cristo em 1840, e continuam como principal crença a Sua segunda vinda. Os mais importantes são os “Adventistas do sétimo dia” que trocaram o domingo pelo sabbat judeu, praticam o baptismo por imersão e impõem-se pesadas abstinências. Existem cerca de dez igrejas adventistas, com as suas regras diferenciadas.

 

Agostinhos  – Religiosos que seguem a regra de Santo Agostinho (343-430), que ficou conhecido como o Pai do Ocidente.

 

Amauricianos – Ou irmãos livre-pensadores, membros duma seita mística e panteísta criada no séc. XIII, que acabou na heresia depois de ter entrado em situações ridículas. Perseguidos pela Inquisição, subsistiu como sociedade secreta.

 

Amen – Do hebreu , passou ao grego e ao latim.

 

Amon – O rei dos Deuses egípcios. Amon-Ra, o Deus sol.

 

Antoinismo – Seita fundada no final do séc. XIX pelo padre Antoine, belga, de tendência teosofista e espírita, com a finalidade da cura de doenças pela imposição das mãos.

 

Antroposofia – Seita fundada em começo do séc. XX.

 

Arianismo  – Heresia de Arius;  uma visão Cristológica sustentada pelos seguidores de Arius, presbítero de Alexandria nos primeiros tempos da Igreja,  por volta de 319 d.C.,  que negava a existência da consubstancialidade  entre Jesus e Deus. Para combater esta heresia o Concílio Ecuménico de Nisseia, em 325, estabeleceu o Credo.

 

Assassinos  – Do árabe hachãchin. Do ramo ismaelita, fatímida, os seguidores de Nizar, que ficariam conhecidos como nizaritas, fugiram para as montanhas da Síria e do Irão. Seita fundada no séc. XI  por Hassen ibn Sabbah, conhecido como O Velho da Montanha. Seu fundador criou a seita com o objectivo de difundir uma nova corrente do ismaelismo, que ele mesmo havia criado. Sua sede era uma fortaleza situada na região de Alamut, no Irão. Na Síria o ramo nizari desenvolveu uma seita chamada hashashin  ("assassinos").O mundo cristão ficou surpreso com a fidelidade de seus membros, mais até que com sua ferocidade, mas havia um evidente paralelo entre essa seita e o comportamento extremista islâmico,assim como o ataque suicida como demonstração de fé.

 

Astrolatria – culto rendido aos astros, desde o tempo dos sumérios, 3 a 5.000 a.C., e também entre os povos pré-colombianos. Procuravam, num céu limpíssimo e no alto dos zigurates observar os astros e tentar entendê-los.

 

Atonismo – No antigo Egipto, num curto período, em que o faraó Aménophis IV se quis ver livre dos sacerdotes, Aton, o disco solar, foi venerado como “mestre da luz”  e “doador de todos os bens”.

 

(continua)

 

 Francisco Gomes de Amorim

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2007
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2006
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2005
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D
  222. 2004
  223. J
  224. F
  225. M
  226. A
  227. M
  228. J
  229. J
  230. A
  231. S
  232. O
  233. N
  234. D