Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A bem da Nação

CRÓNICA DO BRASIL

Francisco Gomes de Amorim

O  BRASIL  VAI  MAL?    A CULPA  É  DO  ELEITOR! 

Grande parafernália vai ser este ano! Uma talvez maioria do povo está tão de saco cheio de políticos, governantes e similares que se tivesse a certeza de que voto nulo os mandaria todos para casa, seria essa a sua opção.

No caso da presidência da República ganhará quem tiver 50% + 1 dos votos. Se no Brasil inteiro, com uns oitenta milhões de eleitores, só dez comparecem às urnas, basta que um dos candidatos tenha 6 votos para ser eleito! É isso aí, seis votos.

Mas o pior é que este ano há que escolher: presidente, vice presidente, governador, vice governador, senador, deputado federal, estadual e distrital, ele, o eleitor, que não acredita mais em ninguém! Tem que escolher oito nomes, que em princípio deveriam merecer a sua confiança, e talvez em 90% dos casos nem faz idéia de quem são, ou já demonstraram que não prestam

Este papo furado que estão a fazer correr pela Internet de que com uma maioria de votos nulos a eleição seria anulada, é pior que pegadinha: é chantagem. Quanto mais votos nulos ou brancos aparecerem mais beneficiados são aqueles que por uma ou outra circunstância têm capacidade de “obrigar” os seus seguidores a votar. Exemplo: os evangélicos! Basta que eles digam que se não votar no seu pastor ou bispo é coisa do demônio, para que a turma saia correndo a votar noutra garotada qualquer.

Ao mesmo tempo, vem-se vendo há quase quatro anos, é óbvio que o governo guardou a “grana” dos investimentos para se reeleger, e vai agora distribuir mais bolsa família, dinheiro ao MST, inauguração de obras, mesmo não iniciadas, etc., para ver se assim os incautos votarão novamente nos mesmos.

O índice de rejeição de QUALQUER candidato, no momento, é enorme. Mas que opções são dadas ao povo para ver se, finalmente, pode começar a sair desta apatia, desta vergonha, desta corrupção e compadrio que transformam um país que podia ser rico em terra de pobres?

Opção difícil, irmão eleitor. Mas você tem que escolher. Não dê o seu voto em branco nem nulo. Escolha aquele que lhe parece menos pior, já que pelo lado melhor você não vai encontrar nenhum! Ou quase.

Informe-se bem. Não vá na conversa daquele que lhe diz que vai pôr água na sua casa, pavimentar o caminho para a sua terra ou arranjar um emprego para a sua prima. Esse só quer o seu voto, não quer o bem do país, do povo, da sociedade.

Todos eles, todos, têm telhados de vidro. Infelizmente não podemos rejeitá-los todos de uma bolada só. Mas é responsabilidade nossa, não só escolher aqueles que pensamos que melhor possam servir o país e não servirem-se a si próprios, mas sobretudo, após as eleições, não os deixarmos fazer o que eles quiserem, mas sim aquilo que o país, o povo quer e precisa.

Temos que exercer plenamente o direito da nossa cidadania. Exigir dos políticos ­que forem lá postos por nós não só o rigoroso cumprimento das suas promessas eleitoreiras, mas sobretudo o cumprimento do seu serviço de SERVIR O PAÍS.

Se fizermos isto já será um bom começo. Ótimo.

 

Rio de Janeiro, 13 de Abril de 2006

Francisco Gomes de Amorim

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2005
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2004
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D