Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A bem da Nação

ALMA PORTUGUESA

 

 

Poesia de Delfim Guimarães (1927), que julgo ter sido o fundador da Livraria Guimarães, Editora, em Lisboa:

 

Aos Portugueses de Além Mar

 

Filhos de Portugal, meus irmãos, meus amigos,

- Obreiros, mercador's, artistas, mareantes -

A quantos moirejais em países distantes,

Sofrendo privações, arrostando perigos;

 

A quantos prosseguis, na África e na América,

Nas costas e sertões, longe da Mãe sagrada,

A odisseia auroral, a sublime cruzada

Que coube a este rincão da península ibérica;

 

A vós que derramais pelos confins do mundo,

No Brasil, no Haway, na Índia e na Oceania,

O idioma de Camões repleto de poesia,

E o sangue português generoso e fecundo;

 

A quantos, pela terra e sobre o mar, tentais

Vosso fado cumprir, num sonho de grandeza,

Intacta conservando a feição portuguesa

Que vos souberam dar os seis maternais;

 

A vós, quantos sorris, terna, amoravelmente,

Vendo erguido num mastro o pavilhão das Quinas...

A vós, quantos chorais, ao presenciar as ruínas

Do império colossal que fundámos no Oriente,

 

Este livro pertence. É vosso -- para quem

O pensei e escrevi com o maior carinho.

Inspirou-mo o amor que tenho ao pátrio ninho,

Que a Pátria é para mim estremecida Mãe.

 

Os versos que vos dou foram filigranados

Com fibras que arranquei ao próprio coração.

Não deixareis de os ler sem funda comoção,

Sentindo muita vez os olhos marejados...

 

Chorar suaviza sempre a alma filial

Quando uma enorme dor ou alegria a invade,

E ao ler o livro meu, irmãos, quanta saudade

Não haveis de sentir do nosso Portugal!

 

Alma Portuguesa, 1927

 

Numa outra poesia, intitulada "Uma Trova", composta de 8 quadras, diz-nos o seguinte:

 

Quando o julgam sucumbido,

Perto da hora final,

Deus acorre, pressuroso,

E faz erguer Portugal.

 

e

 

E tanto assim que em Espanha

Ouvi dizer uma vez,

A uma andaluza, que Deus

Par'cia ser português!...

 

* * * 

 

Joaquim Reis

 

Delfim Guimarães
Delfim Guimarães aos 37 anos (1909)
Nome completoDelfim de Brito Monteiro Guimarães
Nascimento4 de Agosto de 1872 Porto, Portugal
Morte6 de julho de 1933 (60 anos) Amadora, Portugal
NacionalidadePortugal Portuguesa
OcupaçãoEditor, poeta, ensaísta e bibliófilo

 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2007
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2006
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2005
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D
  222. 2004
  223. J
  224. F
  225. M
  226. A
  227. M
  228. J
  229. J
  230. A
  231. S
  232. O
  233. N
  234. D