Quarta-feira, 9 de Setembro de 2009
A QUEM DAREI O MEU VOTO – 5

 

 
Fonte: Séries Longas do Banco de Portugal
 
 
O gráfico acima começa em 1948 e acaba em 1995, tem como unidade base o milhar de Contos (milhão de Escudos) e representa os saldos da Balança de Transacções Correntes em que a parcela amarela corresponde aos Bens e Serviços Transaccionáveis, aqueles que podem ser objecto de comércio internacional.
 
Uma imagem vale mais que mil palavras mas não resisto a referir que o modelo de desenvolvimento instalado em Portugal tem disso apenas o nome pois que se verifica uma redução constante da importância relativa da produção de bens transaccionáveis face ao Consumo Nacional desse mesmo tipo de bens e serviços.
 
Ou seja, o aumento do consumo vem sendo alimentado pelas importações que alguém tem que pagar ao estrangeiro.
 
Como de 1995 a esta parte não verificámos alterações de política que permitam vislumbrar alguma correcção da situação, temo mesmo que, pelo contrário, se verifique um agravamento pois é sabido que o endividamento externo raia a quase totalidade do PIB.
 
As bóias de salvação sobre o exterior têm sido as remessas de emigrantes, o investimento estrangeiro e o lambaz que tem sido o BCE e seu Euro.
 
É óbvio que o modelo tem que ser drasticamente alterado e que chegou o momento de termos que voltar a produzir o que consumimos.
 
Mas para que isso seja possível, é imprescindível criar condições que permitam racionalidade no método de formação de preços e garantam a transparência dos mercados.
 
Eis por que darei o meu voto a quem se comprometer com a criação das referidas condições que tenho como imprescindíveis mas suficientes para o relançamento da produção agrícola e das pescas, para a valorização da propriedade rural, para o repovoamento do interior, para o ressurgimento duma procura de factores de produção que justifique o relançamento industrial.
 
Em suma, darei o meu voto a quem se propuser lançar políticas favoráveis à produção nacional de bens e serviços transaccionáveis. Mas atenção! Basta de políticas subsidiárias, as que trocam subsídios públicos por apoios políticos!
 
ANDA POR AÍ ALGUÉM INTERESSADO NO MEU VOTO?
 
Lisboa, Setembro de 2009
 
 Henrique Salles da Fonseca
 
 
 

tags:

publicado por Henrique Salles da Fonseca às 10:04
link do post | comentar | favorito
|

8 comentários:
De Pedro Quartin Graça a 9 de Setembro de 2009 às 18:05
Chego-me à frente para recolher o seu voto no próximo dia 27. Creio ser o primeiro a fazê-lo! Para facilitar a escolha de V.Exa sugiro a consulta de:
http://ecologiahumanismo.net ou www.mpt.pt

Cordiais cumprimentos,

Pedro Quartin Graça


De Henrique Salles da Fonseca a 9 de Setembro de 2009 às 18:43
Prezado Pedro Quartim Graça:
Por favor, poupe-me às Excelências; terei o maior gosto em que me trate por Você.
Obrigado pela decisão de «se chegar à frente». Irei ler a documentação sugerida com o maior interesse.
Continuemos, sempre a bem da Nação,
Henrique Salles da Fonseca


De irritado a 9 de Setembro de 2009 às 18:54
Não tenho grandes dúvidas quanto ao meu voto. Por uma questão de DIGNIDADE, tanto nacional como pessoal, votarei SNM (Sócrates Nunca Mais). E, não sendo de esquerda, só tenho duas opções.
Como se vê, é fácil.
Abraço
ABC


De irritado a 9 de Setembro de 2009 às 19:00
Depois de publicado o meu comentário anterior, dei com o do senhor Q. Graça. Apraz-me repetir que as duas opções são o PSD e o CDS, com expressa exclusão de to dos os outros, particularmente do MPT. Para que não fique qalquer dúvida.
ABC


De Luis Santiago a 10 de Setembro de 2009 às 21:32
Vou votar. É claro que vou votar. Mas, 34 anos depois que votei pela 1ª vez, feliz e com garra, animado da esperança de um país melhor, não é mais rico, é melhor, porque reservo ao dinheiro o lugar e função que lhe compete ter e não mais do que isso. O património do país para mim não é quantificável em fluxos monetários... Vou votar. É inevitável que vote, porque nem a doença, a chuva ou o vento alguma vez impediram que eu votasse. Mas, hoje, dia 10SET2009 , confesso publicamente a minha angústia, por me sentir baralhado, hesitante e infeliz pela falta de alternativas de escolha credíveis e politicamente sérias. Mas, tenho esperança que na hora H serei iluminado...


De irritado a 16 de Setembro de 2009 às 17:21
Não partilho da sua angústia. Se só há dois partidos, ou dois chefes políticos que podem vir a governar, e se a questão se põe, como o faz, emtermos de crdibilidade e seriedade, não se percebe a sua hesitação. A não ser que os seus critérios sejam outros...


De Luis Santiago a 16 de Setembro de 2009 às 20:39
Meu Caro Irritado (?)
Eu até estou muito calmo. Cada um tem direito às suas angústias e eu como qualquer mortal tenho as minhas e estas não são partilháveis. Quanto a critérios ficará a conhecer os meus se fizer a gentileza de ler com atenção os meus textos aqui no blog e daí também compreenderá as minhas hesitações. Até terei muito gosto que os comente (se o proprietário do blog aceitar os comentários) e faça parte do debate de ideias, mas sem estar "irritado"... Sei que usarei bem o meu voto em consciência e o meu voto só não é secreto para a minha consciência... por isso, para mim, não é relevante que partilhe ou não as minhas angústias. Queira aceitar os meus cordiais cumprimentos .


De joão horta a 10 de Setembro de 2009 às 23:26
Dr Henrique Salles da Fonseca
Acho que é melhor esperar sentado. Mas com com grandes probabilidades de se arriscar a poupar o seu voto.


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Agosto 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
18
19

21
23
24
25
26

27
28
29
30
31


artigos recentes

ADESÃO DA GUINÉ-EQUATORIA...

«GRANA PADANO»

17 HOSPITAIS NA ROTA DA Í...

LIDO COM INTERESSE - 11

CRIAR TRABALHO: O AMBICIO...

O CULTO AO ESPÍRITO SANTO...

(IR)RACIONALIDADE TRUMPIS...

MEDO OU FOBIA

DEPOIS DO…

DONALD TRUMP – 3

arquivos

Agosto 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

Julho 2004

Junho 2004

Maio 2004

Abril 2004

Março 2004

Fevereiro 2004

Janeiro 2004

tags

todas as tags

links
Contador

contador de visitas para site
blogs SAPO
subscrever feeds