Sábado, 25 de Julho de 2009
CITANDO...

 

De tanto ver triunfar as nulidades,
de tanto ver crescer as injustiças,
de tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus,
o homem chega a desanimar da virtude,
a rir-se da honra,
a ter vergonha de ser honesto.
 
Ruy Barbosa
(Salvador, 5 de Novembro de 1849Petrópolis, 1 de Março de 1923) era jurista e foi político, diplomata, escritor, filólogo, tradutor e orador

tags:

publicado por Henrique Salles da Fonseca às 12:21
link do post | comentar | favorito
|

4 comentários:
De Henrique Salles da Fonseca a 25 de Julho de 2009 às 16:00
RECEBIDO POR E-MAIL:

Qual homem?
Berta Brás


De Henrique Salles da Fonseca a 26 de Julho de 2009 às 19:56
Os honrados, virtuosos e honestos que ainda os há.
Nem todos somos pós-modernos sem ética, desconhecendo o significado da palavra Moral, sem noção do bem e do mal. Nem todos somos hedonistas, internacionalistas ou apátridas e somos muitos os que pugnamos pelo género com que nascemos, sem tergiversações físicas nem dúvidas filosóficas.
Nós somos os que choramos a triste sina por que passamos neste início do séc. XXI e tudo fazemos para que o pesadelo da lassidão, da amoralidade, do incumprimento da Ética não passe disso mesmo, um pesadelo. Nós somos muitos os que - mesmo não recorrendo a preceitos religiosos para podermos ter maior ecletismo - andamos em busca da fundamentação da Moral agnóstica.
Continuemos...
Henrique Salles da Fonseca


De Henrique Salles da Fonseca a 27 de Julho de 2009 às 19:23
Eu admiro os que ainda acreditam nesses valores em que eu também acredito. Mas o que sei é que há os que tudo põem em causa, com o fundamento na liberdade intelectual, que admite os princípios na sua dualidade ou até diz que os nega, no que ninguém acredita, estilo "eu sou ateu, graças a Deus". Mas o que se vê por aí é, geralmente, tão injusto, que o texto de Ruy Barbosa assenta perfeitamente no nosso pessimismo e não resisto a ocupar um pouco mais deste espaço com as velhas quintilhas camonianas do "desconcerto":
"Os bons vi sempre passar
No mundo graves tormentos;
E para mais me espantar
Os maus vi sempre nadar
Em mar de contentamentos.

Querendo alcançar assim
O Bem tão mal ordenado
Fui mau, mas fui castigado.
Assim que, só para mim,
Anda o mundo concertado."

Mas Camões não desistiu de resistir. E hoje tem o seu próprio dia, que significa uma pátria inteira, embora mais limitada. Mas tudo continua como ele disse. Talvez pior.
Berta Brás


De maria teresa a 25 de Julho de 2009 às 23:39
Usos Deste Mundo

Nas praças uns perguntam novidades;
Outros dão volta às ruas, ao namoro;
Este usuras cobrar, esse as demandas
Lembrar corre ao Juiz que se diverte.
Ir de Jano aprender a ser bifronte,
De Mercúrio, no trato, a ser bilingue,
Franco no prometer, no dar escasso.
C'os olhos fitos no ávido interesse
Ser consigo leal, com todos falso
É ser homem capaz, home' entendido.
Assim, que vemos nós por este esconso
Mundo? Vemos logrões, vemos logrados;
Ninguém vês ir com cândido desejo
Aos Sénecas, aos Sócrates de agora
Perguntar as lições tão necessárias
De ser honrado, ser com todos justo.
Tão sobejos se crêem de honra e virtude,
Que cuida cada um poder de sobra
Mostrar na Ocasião virtude a rodo,
E chega a Ocasião, falha a virtude.

Filinto Elísio, in "Miscelânia"


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Fevereiro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28


artigos recentes

ADEUS

CRIAR TRABALHO: O AMBICIO...

O CULTO AO ESPÍRITO SANTO...

(IR)RACIONALIDADE TRUMPIS...

MEDO OU FOBIA

DEPOIS DO…

DONALD TRUMP – 3

DONALD TRUMP - 2

DONALD TRUMP - 1

ENCONTROS DE ESCRITORES

arquivos

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

Julho 2004

Junho 2004

Maio 2004

Abril 2004

Março 2004

Fevereiro 2004

Janeiro 2004

tags

todas as tags

links
Contador

contador de visitas para site
blogs SAPO
subscrever feeds